A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página
SEMINÁRIO

Instituições discutem experiências de inclusão

Publicado: Terça, 31 de Outubro de 2017, 13h20 | Última atualização em Segunda, 06 de Novembro de 2017, 16h32 | Acessos: 157

Evento reúne na terça-feira, 31, IF Goiano, IFG, UFG e UEG para discutir formas de melhorar a acessibilidade na educação.

Evento está sendo transmitido ao vivo pelas redes sociais
Evento está sendo transmitido ao vivo pelas redes sociais

A primeira edição do Seminário Goiano de Inclusão na Educação Técnica e Tecnológica Superior Pública, aberto na manhã de terça-feira, 31, chamou a atenção para a necessidade de parcerias na concretização de ações voltadas para a inclusão de pessoas com deficiência e formas de melhorar a acessibilidade na educação. A abertura foi realizada no auditório da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (UFG). 

Presente na cerimônia, o reitor do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), Vicente de Almeida, destacou que muitas vezes o orçamento das instituições não é suficiente para as ações de inclusão, mas isso não deve ser justificativa para cruzar os braços. "Temos que mudar, estar sempre a frente e buscar parcerias para avançar", reforçou. 

Fazendo coro a Vicente, o reitor da UFG, Orlando Amaral utilizou como exemplo de exclusão a própria arquitetura do auditório onde o evento está sendo promovido. "O Estado tem uma dívida com o povo brasileiro. Primeiro precisamos dar acesso físico e de outras deficiências, precisamos de orçamento, mas estamos engajados nessa luta", defendeu. 

O reitor do Instituto Federal de Goiás (IFG), Jerônimo Rodrigues, complementou que a inclusão é um tema que precisa ser discutido e eventos dessa natureza ajudam na reflexão. Ele e os demais reitores representaram as instituições organizadoras do evento, que teve também apoio da Universidade Estadual de Goiás (UEG). 

Após a abertura ocorreram, ainda pela manhã, duas mesas-redondas: Atendimento aos estudantes com deficiência, transtorno do espectro autista e altas habilidades/superdotação nas instituições de educação técnica e superior públicas de Goiás e Formação docente para inclusão. Também houve apresentação do projeto Se inclui, que é um curso online, livre, de formação para inclusão e diversidade no meio educacional. O material também é resultado de parceria entre as três instituições. 

A programação do evento continua no período da tarde com a apresentação de relatos de experiência de inclusão nas instituições organizadoras. As discussões estão sendo transmitidas online (veja abaixo).

 

Acesse programação do evento

 

Assista ao vivo

 

Saiba mais sobre o Se inclui

 

 Fonte: Diretoria de Comunicação Social/IFG (adaptada)

registrado em:
Fim do conteúdo da página