A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

Pedagogia da Ciência pelo viés da Educação Ambiental foi tema do IV Circuito Beija-Flor

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Terça, 11 de Junho de 2019, 20h46 | Última atualização em Sexta, 14 de Junho de 2019, 10h02 | Acessos: 214

O evento foi organizado pelas Diretorias de Ensino (Diren); de Extensão (Direx) e de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação (DPPG) e contou com a participação do Centro de Educação Rosa de Saberes e do Núcleo de Ciência, Arte de Cultura (NAIF). A edição deste ano envolveu crianças de 2 a 12 anos.

 

Durante uma manhã inteira, meninos e meninas participaram de várias atividades nas proximidades da reserva ambiental do campus. Enquanto os menores faziam um passeio dentro da reserva, os maiores ouviam de acadêmicos do curso de Ciências Biológicas explicações sobre o plantio e adubação e tiraram dúvidas sobre o que são adubos químicos e orgânicos.

Sob o olhar atento da meninada, os acadêmicos ensinaram como fazer adubo orgânico. Eles utilizaram cascas de frutas e verduras, restos de alimentos, esterco e minhocas para mostrar como se produz o adubo que não agride o solo.

 

As crianças também tiveram a oportunidade de conhecer plantas diversas, como aquelas que não precisam de muitos cuidados – as chamadas xerófitas - que são plantas que se adaptam em regiões de climas semiárido e desértico, como os cactos. Ao final do encontro com os acadêmicos, cada pequeno visitante recebia uma muda de planta para levar para casa.

 

Em outro local, mais um grupo de acadêmicos recebia as crianças para mostrar a importância das plantas medicinais. Ao mesmo tempo em que falavam dos benefícios de chás para a saúde, alertavam para a necessidade de sempre buscar orientação médica.

Nesse espaço as crianças tiveram a oportunidade de conhecer e manusear plantas, como, a aloe vera, conhecida como babosa; a caferana, também chamada de boldo e folhas de goiabeira, dentre outras. Depois de ouvir as explicações, o grupo de crianças participava de um jogo didático. Segundo os monitores, o jogo era uma forma de saber se as explicações foram bem assimiladas pelos pequenos.

 

Neste outro espaço, a garotada fez a festa com as frutas, não sem antes conhecer suas propriedades nutritivas. Explicações dadas por meio de músicas.  

 

Já na trilha ecológica, as crianças foram motivadas a recolher o lixo que encontravam pelo caminho. Muitas estavam acompanhadas pelos pais, que ajudavam no passeio e também davam orientações sobre as plantas e os animais que encontravam pelo caminho.

Na oportunidade, acadêmicos do curso de Licenciatura em Química desenvolveram várias atividades sobre a tabela periódica, que acabou de completar 150 anos. Meninos e meninas tiveram a oportunidade de conhecer um pouco da história da famosa tabela de elementos químicos. 

O Circuito Beija-Flor é um projeto institucional vinculado às ações do Jardim Botânico Rio Verde e objetiva proporcionar a integração família, sociedade e escola numa perspectiva de conscientização ambiental e desenvolvimento do conceito de sustentabilidade com a promoção social. O tema da última edição foi alimentação saudável. Na ocasião, as crianças participaram de várias atividades que mostravam a importância da alimentação saudável.

 

Setor de Comunicação Social e Eventos

Fim do conteúdo da página