A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página
Rio Verde

O papel da pós-graduação no ensino superior é tema de conferência na abertura de Seminários de Educação

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Sexta, 26 de Abril de 2019, 00h16 | Última atualização em Segunda, 29 de Abril de 2019, 16h02 | Acessos: 352

Palestra foi proferida pelo professor José Augusto Pacheco, da Universidade do Minho. Cerimônia de abertura contou ainda com a apresentação cultural do espetáculo "O Girassol Maior", do Núcleo de Ciência, Arte e Cultura (Naif) do IF Goiano.

O espetáculo "O Girassol Maior" é um mistura de circo, teatro, poesia e música. A atração reuniu 22 artistas no palco, que, por meio da arte, retrataram as lutas e sonhos de todos aqueles que se dedicam à Educação e a Cultura. Foi um convite para  voltar os olhos aos desafios do tempo presente, com vistas a enxergar um futuro de transformações. O espetáculo foi produzido pelo NAIF, em parceria com a Cia Teatral Liberté e JF Produções.

 

Em seguida, professora Rosenilde Paniago, coordenadora do evento, falou sobre as parcerias que tornaram possível a realização dos Seminários de Educação, que reúnem temas, como a pós-graduação no ensino superior e experiências com o Programa Residência Pedagógica e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Rosenilde destacou o grande número de inscritos, cerca de 1.500. "Temos aqui pessoas dos estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Distrito Federal e Amazonas". Surpreendente, segundo ela, também foi o número de trabalhos inscritos. "Foram cerca de 400 trabalhos, destes, 280 foram aprovados e apresentados", afirmou. A professora fez questão de ressaltar a excelência na qualidade desses trabalhos. 

Para a representante da Secretaria Municipal de Educação, professora Lucimeire de Souza Gomes, discutir a pós-graduação na Educação em Rio Verde é a realização de um sonho. Segundo ela, há muito tempo o município anseia por um curso de mestrado na área, algo que está muito próximo de sua concretização, uma vez que o projeto de Mestrado Profissional em Formação de Professores, idealizado para ser oferecido por meio de parceria entre o IF Goiano e a Universidade do Minho, já está em fase final de ajustes e tão logo, será submetido à avaliação do órgão regulador da pós-graduação no Brasil.

 O diretor-geral do Campus Rio Verde, professor Anísio Correa da Rocha, disse em seus discurso, que o Brasil vive hoje um momento obscuro, em que se faz necessário juntar forças para não perder o otimismo. "Precisamos valorizar o saber científico e investir na formação intelectual, uma vez que, o crescimento econômico, tão almejado por todos nós, não deve estar dissociado da intelectualidade", enfatizou. O reitor do IF Goiano, professor Vicente Pereira de Almeida, também ressaltou a importância da pesquisa, considerada por ele como essencial para a construção do conhecimento. "Quando se constrói conhecimento ganham-se todos", finalizou.

Conferência

Convidado para a conferência de abertura, professor José Augusto Pacheco, da Universidade do MInho de Portugal, discorreu sobre a pós-graduação no ensino superior para o desenvolvimento institucional e profissional dos professores. 

 

Em sua fala, destaque para a missão do ensino superior, considerado por ele como, "a casa do conhecimento". Sobre a formação continuada, ele afirma que esta deve estar assentada sobre alicerces básicos, que, em suma, significa dizer que seus princípios norteadores devem se pautar pela formação teórica e prática, baseada na investigação sem perder de vista o contexto da escola. "Ninguém é professor sem conhecer a cultura da escola", enfatizou ao enumerar as dimensões da formação de professores, dentre elas, a pedagógica, institucional, profissional e cultural. "Os professores são sujeitos, cada um tem uma composição pedagógica e suas diferenças devem servir para aprenderem uns com os outros". O professor conclui deixando o seu recado: "O professor deve estar comprometido com a luta diária pela justiça social".

Antes de finalizar a conferência, professor Pacheco dirige-se ao professor Vicente Almeida, dizendo que o IF Goiano pode contar com a Universidade do Minho para a parceria, que visa a criação do Mestrado Profissional em Formação de Professores. Outra boa notícia foi dada pelo pró-reitor de pesquisa, pós-graduação e inovação do IF Goiano, professor Fabiano Guimarães. Segundo ele, está prevista para agosto deste ano, a criação de um curso de pós-graduação lato sensu nos moldes do mestrado que está sendo implantado.

 

Setor de Comunicação Social e Eventos  

 

Fim do conteúdo da página