A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

Secretário da Setec visita Campus Rio Verde e entrega Bloco de Informática

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Sexta, 07 de Junho de 2019, 20h37 | Última atualização em Terça, 11 de Junho de 2019, 13h55 | Acessos: 326

Ariosto Antunes esteve nas dependências do Campus Rio Verde no período da tarde desta sexta-feira, dia 07. Além de inaugurar o novo prédio do curso do Informática, ele visitou a Casa Rosa de Saberes e a Casa de Cultura Naif.

Esta foi a primeira vez que o secretário da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), Ariosto Antunes, esteve no IF Goiano. No período da manhã, participou do Seminário sobre Imagens Digitais, Avanço Tecnológico e Social para Cidades, Saúde e Agricultura na reitoria e esteve no Campus Avançado de Hidrolândia. 

Iniciou sua passagem por Rio Verde visitando as obras do Polo de Inovação Embrapii. Em seguida, esteve no Campus Rio Verde, onde seu primeiro compromisso foi inaugurar o Bloco de Informática. O secretário foi recebido por dirigentes do IF Goiano, liderados pelo reitor, professor Vicente Pereira de Almeida e pelo diretor-geral do campus, professor Anísio Correa da Rocha.

 

Antes do descerramento da placa de inauguração, professor Anísio apresentou algumas reivindicações ao Secretário, dentre elas, a liberação de recursos para aquisição de mobiliário e equipamentos, de modo a fazer funcionar em toda a plenitude as instalações inauguradas. Ao lado de um aluno surdo, o diretor também pediu para que sejam ampliadas as vagas de contratação de intérprete de Libras, já que a demanda deste tipo de profissional tem sido grande na instituição.

O secretário elogiou o esforço de todos que se envolveram na construção do novo espaço e disse que, viu “pessoas comprometidas e empenhadas”, citando as dificuldades atuais pelas quais o país atravessa. Sobre as reivindicações ele se comprometeu em buscar meios para atendê-las.

Após o descerramento da placa, o secretário conheceu a parte interna do prédio e assim que deixou o local, fez questão de visitar a área destinada à construção do Bloco de Biologia.

Casa Rosa de Saberes

O segundo compromisso de Ariosto na instituição foi na Casa Rosa de Saberes, um lugar voltado para a realização de ações e projetos destinados à formação de professores. Na oportunidade, assistiu a um vídeo sobre as atividades já desenvolvidas, como, o Circuito Beija-Flor - um projeto com temáticas diversificadas voltado à crianças e adolescentes; projetos ligados ao universo afro-indígenas e ações que integram estudantes das escolas do ensino básico.

Também foi apresentado ao secretário o projeto de implantação do mestrado profissional em ensino de ciências. Ao lado do pró-reitor de pós-graduação, pesquisa e inovação, professor Fabiano Guimarães, professora Rosenilde Paniago, uma das responsáveis pela estruturação do projeto, expôs ao Secretário a grande demanda da região pelo curso. “Recentemente, fizemos um evento que reuniu mais de 1.500 pessoas, todas interessadas na implantação deste mestrado”, completou.

Ariosto mostrou entusiasmo pelo projeto e disse que a ideia do governo é priorizar as ações que já existem, sobretudo, aquelas que estejam ligadas ao ensino básico ofertado pelos estados e municípios. Segundo ele, os Institutos Federais já comprovaram sua excelência e “precisam agregar a todos”, salientou, referindo-se às redes municipais e estaduais de educação pública.

Casa de Cultura NAIF

Seu último compromisso foi na Casa de Cultura do Núcleo de Ciência, Arte e Cultura (NAIF). Lá, ele teve a oportunidade de conhecer todos os projetos de arte e cultura desenvolvidos pela Casa. Projetos esses, ligados à música, circo, teatro e dança, além de atividades como, meditação e rodas de conversa.

Segundo a professora Aline Gobbi, responsável pela Casa, a ideia é criar uma escola de circo no local, tendo em vista os benefícios da arte circense para o desenvolvimento cognitivo, social e cultural. Professora Aline também falou da implantação de uma escola de música e aproveitou para reivindicar a contratação de um professor de arte.

Em relação aos cursos, o secretário disse que estes poderiam ser ofertados com recursos do Pronatec, um programa que está sendo reestruturado junto aos Estados. Segundo ele, uma das alternativas é aproveitar a estrutura dos Institutos Federais e investir em cultura e turismo, além de focar nos programas já existentes, como Mulheres Mil e programas de ressocialização de pessoas com liberdade restringida.

O Secretário encerrou a sua visita deixando sua mensagem em uma das paredes da Casa de Cultura.

 

Setor de Comunicação Social e Eventos

 

Fim do conteúdo da página