Vermicompostagem de Lodo de Curtume associado a diferentes substratos

Authors

  • Ananda Helena Nunes Cunha UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
  • Eliana Paula Fernandes Universidade Federal de Goiás
  • Fernando Godinho de Araújo Instituto Federal Goiano-Campus Urutaí
  • Guilherme Malafaia Instituto Federal Goiano-Campus Urutaí
  • Jonas Alves Vieira Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.33837/msj.v1i3.100

Abstract

Com o aumento da atividade urbana e industrial, é notório a problematização em torno da geração de resíduos derivados destas atividades. Dentre os tipos de resíduos gerados, destacam-se os lodos de curtume. No tratamento de resíduos como lodo de curtume a vermicompostagem se destaca como prática de baixo custo e é uma tecnologia na qual se utilizam minhocas para a produção do composto orgânico. Neste contexto, o objetivo do estudo foi avaliar a vermicompostagem de lodo de curtume misturado a diferentes substratos em diferentes proporções, com o intuito  de produzir compostos com alta capacidade nutricional para nutrição de plantas, como tecnologia de tratamento desse resíduos. Foi misturado ao lodo de curtume (LC) os substratos: esterco bovino (EB), cama de frango (CF), casca de arroz (CA) e cinza de cana (CC). Os tratamentos foram constituídos: T1=0% de LC+EB; T2=0% de LC+CF; T3=0% de LC+CA; T4=0% de LC+CC; T5=25% de LC+EB; T6=25% de LC+CF; T7=25% de LC+CA; T8=25% de LC+CC; T9=50% de LC+EB; T10=50% de LC+CF; T11=50% de LC+CA; T12=50% de LC+CC em base seca. As minhocas (Eisenia foetida) foram observadas durante 75 dias e a umidade do substrato foi mantido em torno de 40%. Os substratos foram quimicamente caracterizados no início e ao final do processo de vermicompostagem. Quanto ao pH, observou-se uma diminuição significativa nos grupos que receberam menores concentrações do resíduo durante a vermicompostagem (T7 e T8), diferente dos grupos que receberem maiores concentrações do resíduo, que aumentaram o valor do pH (T9 e T11). As concentrações de Fe diminuíram e as concentrações de Mn e Zn foram elevadas durante o processo de vermicompostagem na maioria dos tratamentos. A relação C/N se manteve estável nos tratamentos, com exceção de T7, T11 e T12, que apresentaram aumento. Conclui-se que a vermicompostagem pode ser adotada como biotecnologia de destinação final do lodo de curtume, incorporando valor nutricional, de qualidade agronômica, principalmente em doses menores.

References

Antoniolli, Z. I., Giracca, E. M. N., Barcellos, L. A., Venturini, S. F., Venturini, E. F., Wiethan, M. M. S., Carlosso, S. J. T., Benedetti, T., Senhor, T. C., Santi, G. R. (2002). Minhocultura e vermicompostagem. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria – Departamento de Solos. (Boletim Técnico n.3).

Aquino, A. M.; Almeida, D. L.; Silva, V. F. (1992). Utilização de minhocas na estabilização de resíduos orgânicos: vermicompostagem. Rio de Janeiro: Embrapa/CNPBS.

Bidone, F. R. A. (1995). A vermicompostagem dos resíduos sólidos de curtume, brutos e previamente lixiviados, utilizando composto de lixo orgânico urbano como substrato. (Dissertação de mestrado). Universidade de São Paulo, Brasil.

Brasil (2006). Resolução nº 375, de 29 de agosto de 2006, do Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA, define critérios e procedimentos, para o uso agrícola de lodos de esgoto gerados em estações de tratamento de esgoto sanitário e seus produtos derivados, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, Brasil: Presidência da República.

Brasil (2009). Instrução Normativa nº 025/2009 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA aprova as normas sobre as especificações, garantias, tolerâncias, registro, embalagem e a rotulagem dos fertilizantes orgânicos simples, mistos, compostos, organominerais e biofertilizantes destinados à agricultura. Diário Oficial da União. Brasília, Brasil: Presidência da República.

Dores-Silva, P. R.; Landgraf, M. D.; Rezende, M. O. (2011). Acompanhamento químico da vermicompostagem de lodo de esgoto doméstico. Química Nova, v. 34, n. 6, p. 956-961, jul.

Ferreira, D. F. (2011). Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, 1039-1042 p.

Garg, V. K. & Kaushik, P. (2005). Vermistabilization of textile mill sludge spiked with poultry droppings by an epigeic earthworm Eisenia foetida. Bioresource Technology, Grain Britain, v. 96, n. 9, p. 1063-1071, jun.

Garg, V. K. & Gupta, R. (2011). Optimization of cow dung spiked pre-consumer processing vegetable waste for vermicomposting using Eisenia foetida. Ecotoxicology and Environmental Safety, New York, v. 74, n. 1, p. 19-24, jan.

Kaur, A.; Singh, J.; Vig, A. P.; Dhaliwal, S. S.; Rup, P. J. (2010). Cocomposting with and without Eisenia fetida for conversion of toxic paper mill sludge into soil conditioner. BioresourceTechnology, Grain Britain, v. 101, n. 21, p. 8192-8198, nov.

Malafaia, G.; Jordão, C. R.; Araújo, F. G.; Leandro, W. M.; Rodrigues, A. S. L. (2014). Vermicompostagem de lodo de curtume em associação com esterco bovino utilizando Eisenia foetida. Engenharia Sanitária e Ambiental, Rio de Janeiro In press.

Malafaia, G. (2015). Aproveitamento de lodo de curtume e uso de água residuária de esgoto doméstico na cultura do milho (Zea mays L.). (Tese de Doutorado). Universidade Federal de Goiás, Brasil.

Salinas-Vásquez, F.; Sepúlveda-Morales, L.; Sepúlveda-Chaves, G. (2014). Evaluacion de la calidad química del humus de lombriz roja californiana (Eisenia foetida) elaborado a partir de cuatro sustratos orgânicos em Arida. Idesia (Chile). v. 32, n. 2, p. 95-100, marzo-mayo.

SEBRAE (SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS). (2014). Indústria de reaproveitamento de resíduos. Ideias de negócios sustentáveis. Disponível em: <http://www.sustentabilidade.sebrae.com.br/Sustentabilidade/Cartilhas/Ind%C3%BAstria-de-Reaproveitamento-de-Res%C3%ADduos> Acesso em: 14 set. 2014.

Sen, B. & Chandra, T. S. (2007). Chemolytic and solid-state spectroscopic evaluation of organic matter transformation during vermicomposting of sugar industry wastes. Bioresource Technology, Grain Britain, v. 98, n. 8, p. 1680-1683, maio.

Silva, C. D. da, Costa, L. M. da, Matos, A. T. de, Cecon, P. R., Silva, D. D. (2002). Vermicompostagem de lodo de esgoto urbano e bagaço de cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola Ambiental. Campina Grande, v. 6, p.487–491.

Silva, R. F.; Vasconcellos, N. J. S.; Steffen, G. P. K.; Dotto, R. B.; Grutka, L. (2011). Caracterizações microbiológicas e químicas em resíduos orgânicos submetidos à vermicompostagem. Revista Brasileira de Agrociências, Pelotas, v. 17, n. 1-4, p. 108-115, jan./mar.

Silva, A. S. S.; Souza, J. G.; Leal, A. C. (2012). Qualidade de vida e meio ambiente: experiência de consolidação de indicadores de sustentabilidade em espaço urbano. Sustentabilidade em Debate, Brasília, v. 3, n. 2, p. 177-196, jul./dez.

Singh, J.; Kaur, A.; Vig, A. P.; Rup, P. J. (2010). Role of Eisenia fetida in rapid recycling of nutrients from bio sludge of beverage industry. Ecotoxicology and Environmental Safety, San Diego, v. 73, n. 3, p. 430-435, mar.

Suthar, S. (2006). Potential utilization of guar gum industrial waste in vermicompost production. Bioresource Technology, Grain Britain, v. 97, n. 18, p. 2474-2477, dez.

Tedesco, M. J.; Gianello, C.; Bissani, C.; Bohnen, H.; Volkweiss, S. J. (1995). Análise de solo, plantas e outros materiais. 2. ed. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Teixeira, P. A. C. & Almeida, T. L. (2013). Estudo da viabilidade do uso de lodo de curtume para vermicompostagem: uso agrícola. In: V Simpósio de tecnologia em meio ambiente e recursos hídricos, 2013. Faculdade de Tecnologia – FATEC, Jahu. Disponível em: http://www.rimaeditora.com.br/12_5SIMAR.pdf. Acesso em 14 set. 2014.

Vig, A. P.; Singh, J.; Wani, S. H.; Dhaliwal, S. S. (2011). Vermicomposting of tannery sludge mixed with cattle dung into valuable manure using earthworm Eisenia fetida (Savigny). Bioresource Technology, Grain Britain, v. 102, n. 17, p. 7941-7945, set.

Published

2018-03-18

How to Cite

Cunha, A. H. N., Fernandes, E. P., de Araújo, F. G., Malafaia, G., & Vieira, J. A. (2018). Vermicompostagem de Lodo de Curtume associado a diferentes substratos. Multi-Science Journal (ISSN 2359-6902), 1(3), 31-39. https://doi.org/10.33837/msj.v1i3.100

Issue

Section

Technical Communications

Most read articles by the same author(s)

<< < 3 > >>