Documental analysis of educational public policy: foundations of Paul de Bruyne's quadripolar approach

Authors

  • ROSEMARY LOPES SOARES DA SILVA secretaria da educação do estado da bahia

DOI:

https://doi.org/10.33837/msj.v3i2.1205

Keywords:

Qualitative methodology, Educational Research, Public Policy

Abstract

The present study seeks to explain the techniques and procedures, the concepts and categories with which the interpretation of the object studied, that is - documents related to the High School  Technical Professional Education Policy - implemented in Bahia / Brazil, specifically, the reference regarding Paul de Bryne’s quadripolar approach (1977), which provide the theoretical-methodological density of the object studied in relation to the epistemological, theoretical, technical and morphological poles. In this perspective, it is agreed with Gamboa (1987), in the sense that, the accomplishment of a research is not the fulfilment of ‘methodological ritualism’ with a ‘theoretical fad’ in order not to repeat what commonly happens in research in education, in progressively more intense way, of eclectic attempts that randomly collect techniques, methods and theoretical references without a clear understanding of the epistemological foundations and the philosophical implications of the different paths of knowledge.

References

Bahia. (2008). Plano de Educação Profissional da Bahia. Trabalho, Educação e Desenvolvimento Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Superintendência de Educação Profissional. SUPROF, Salvador, Brasil. Disponível em:< www.cdes.gov.br/.../apresentacao-plano-de-educacao-profissional-da-ba. Acesso em 22/03/2013.

Bahia. (2014). Superintendência de Educação Profissional. Política Pública de Educação Profissional da Bahia: a educação profissional como política social e como política pública: visão sistêmica. SUPROF, Salvador, Brasil.

Bakhtin, M. M. (2011) Estética da criação verbal: introdução e tradução do russo Paulo Bezerra. São Paulo: WMF Martins Fontes.

Bakhtin, M. M.; & Volochínov, V. N. (2014). Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico da linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec.

Bruyne, P. (1977). Dinâmica da pesquisa em ciências sociais: os polos da prática metodológica. Rio de Janeiro: Francisco Alvez.

Ciavatta, Maria. (2009). Mediações históricas de trabalho e educação: gênese e disputas na formação do trabalhador. Rio de Janeiro: Lamparina.

Cheptulin, A. (2004). A dialética materialista: categorias e leis da dialética. São Paulo: Alfa- omega.

Freitas, L. C. (2012). Crítica da organização do trabalho pedagógico e da didática. Campinas, SP: Papirus.

Gamboa, S. S. (1987) Elementos para uma leitura do objeto. In: Epistemologia da Pesquisa em Educação: estruturas lógicas e tendências metodológicas. (Tese de Doutoramento). Universidade Estadual de Campinas, Brasil.

Konder, L. (2004). O que é dialética. São Paulo: Brasiliense.

Kosik, K. (2011). Dialética do concreto. São Paulo: Paz e Terra.

Liguori, G. & Voza, P. (org.). (2017). Dicionário Gramsciano, (1926-1937). São Paulo: Boitempo.

Marx, Karl & Engels, F. (1987). Cartas Filosóficas e o Manifesto de 1848. São Paulo, Centauro Editora.

Minayo, M. C. S. (2000). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo.

Saviani, D. (2005). Pedagogia histórico-critica: primeiras aproximações. Campinas: São Paulo: Autores Associados.

Saviani, D. (2007). Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação v. 12 n. 34 jan. /abr.

Saviani, D. (2008). Escola e democracia. Campinas: São Paulo. Autores Associados.

Saviani, D. (2013). História ideia pedagógica no Brasil. Campinas: Autores Associados.

Published

2020-07-22

How to Cite

SILVA, R. L. S. D. (2020). Documental analysis of educational public policy: foundations of Paul de Bruyne’s quadripolar approach. Multi-Science Journal (ISSN 2359-6902), 3(2), 27-33. https://doi.org/10.33837/msj.v3i2.1205