Reader Comments

feminino viagra bula

by lucas ferreira (2020-02-07)


Para algumas mulheres a falta de desejo sexual é um problema constante nas relações — muitas vezes o problema é o desinteresse no parceiro, mas também pode ser uma deficiência hormonal que causa a falta de libido.

Pensando nisso, o Food and Drugs Administration (FDA), órgão americano que regula a comercialização de medicamentos, recentemente aprovou o Flibanserin, conhecido popularmente como “viagra feminino”.

Com o objetivo de estimular a libido feminina agindo diretamente nos neurotransmissores cerebrais,  flibanserin preço ele atua reduzindo os níveis de serotonina e elevando a quantidade de dopamina e norepinefrina, assim aumentando o desejo sexual das mulheres.

Diferentemente do masculino, o efeito não é imediato, é preciso tomá-lo continuamente. Tudo isso parece bom demais para ser verdade? Pois é, para os pesquisadores da Universidade de Amsterdã não é bem assim que o medicamento funciona.

Ao longo de várias pesquisas, eles compilaram dados de oito mil mulheres e constataram que o resultado é muito sutil. Além de não aumentar a frequência de relações sexuais prazerosas para as mulheres (em escala de 0 a 5 a

maioria marcou 0,3 pontos), os dados estatísticos mostram que, em média, houve apenas meia relação a mais por mês com o uso.

O viagra também deixou efeitos colaterais como tonturas, náuseas e fadiga. Parece que o tiro saiu pela culatra…

Primeiro “viagra feminino” é aprovado Avaliação final do medicamento flibanserin ocorreu no dia 4 de junho Um

medicamento que promete combater a falta de apetite sexual das mulheres, foi aprovado pela FDA no dia 4. A avaliação ocorreu após duas negativas da FDA, que alegava que os efeitos colaterais do remédio eram comprometedores.

 

saiba mais clique aqui