A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Página inicial > Últimas Notícias Rio Verde > Eventos de pesquisa começam em Rio Verde
Início do conteúdo da página

Eventos de pesquisa começam em Rio Verde

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Segunda, 22 de Outubro de 2018, 23h49 | Última atualização em Quarta, 24 de Outubro de 2018, 10h46 | Acessos: 828

Começaram nesta segunda-feira, 22, os eventos integrados de pesquisa do Instituto Federal Goiano (IF Goiano) que acontecem no Campus Rio Verde da instituição até o dia 26.

A programação integra atividades do 7º Congresso Estadual de Iniciação Científica e Tecnológica do IF Goiano (Ceict), 7º Congresso de Pesquisa e Pós-Graduação do Campus Rio Verde (CPPG) e 8º Seminário de Avaliação dos Programas de Pós-Graduação do IF Goiano (Semapós).

A cerimônia de abertura teve início com a apresentação Grupo de Violões e Grupo de Saxofones do Instituto Federal de Goiás (IFG) – Campus Goiânia. Sob a regência e comentários dos professores Daniel Araújo e Maurício Mendonça, os estudantes interpretaram músicas populares e eruditas.

Na sequência, gestores do IF Goiano e convidados compuseram a mesa de abertura e discursaram sobre a importância da ciência e tecnologia para o desenvolvimento dos povos. A presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Maria Zaíra Turchi, e o reitor do IF Goiano, Vicente Pereira de Almeida, comentaram em suas falas a dimensão e sucesso do trabalho realizado pelos institutos federais nos últimos anos. “Os institutos federais possuem um modelo responsável, bem-sucedido e competente no desenvolvimento do Brasil, dando oportunidades principalmente aos que mais precisam”, disse Maria Zaíra.

O reitor ressaltou ainda que o fortalecimento da pesquisa no IF Goiano faz parte de um projeto de verticalização do ensino, integrando desde o ensino técnico até a pós-graduação, e de interação do instituto com o setor empresarial, buscando recursos e demandas para realizar investigação científica.

A solenidade contou ainda com a presença da presidente de honra da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Helena Nader, que faz palestra nessa terça-feira, 23, sobre o Novo Marco Regulatório da Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil.

Palestra

A palestra de abertura do evento foi dividida entre o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, e o pesquisador do Instituto Volcani, Beni Lew, que falaram sobre o exemplo israelense de investimento em ciência e tecnologia para promover o desenvolvimento e a segurança de seu Estado.

Ambos comentaram que o território de Israel é pequeno, com recursos naturais e mão-de-obra limitados, mas que é um dos Estados que mais investe em ciência e tecnologia no mundo. “Israel investe 4,5% do seu PIB em pesquisa e desenvolvimento, o que faz dele um Estado exportador e referência em tecnologias relacionadas à água, energia e alimento”, concluiu.

Acesse:
Página do evento
Transmissão da abertura

Assessoria de Comunicação do Polo de Inovação

Fim do conteúdo da página