A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Página inicial > Últimas Notícias Rio Verde > Audiência pública em defesa da Educação reúne reitores
Início do conteúdo da página

Audiência pública em defesa da Educação reúne reitores

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Terça, 28 de Maio de 2019, 19h21 | Última atualização em Quinta, 30 de Maio de 2019, 17h44 | Acessos: 137

Reitores das Instituições Federais de Educação Superior de Goiás participaram de audiência pública na Assembleia Legislativa. A sessão foi proposta pela Frente Parlamentar Goiana em defesa da Educação. O IF Goiano foi representado pelo reitor, professor Vicente Pereira de Almeida.

imagem sem descrição.

Na ocasião, professor Vicente de Almeida apresentou dados da Instituição e falou dos impactos negativos da redução orçamentária em diversas áreas. Segundo ele, é necessário que toda a sociedade tome conhecimento da atual situação e que os parlamentares se mobilizem em defesa da Educação, como forma de garantir os recursos necessários para o funcionamento de todas as unidades do IF Goiano.

De acordo com os reitores dos Institutos Federais presentes (IFG e IF Goiano), o contingenciamento pode representar um freio nas conquistas dos IFs nos últimos 10 anos. Políticas e programas podem ser suspensos, ações e pesquisas paralisadas, bem como atividades básicas. 

Para o reitor da Universidade Federal de Goiás, Edward Madureira Brasil, a falta de compreensão de parte da sociedade sobre o papel desempenhando pelas instituições públicas de ensino constitui-se um problema sério. “Somos desqualificados por absoluta desinformação”, afirmou. Sobre o contingenciamento, o reitor da UFG explicou que este é um instrumento normalmente utilizado pelos governos em todo início de ano. A diferença neste ano, segundo ele, é o bloqueio de 30% de recursos discricionários, que coloca em risco o pagamento de fornecedores e por consequência, a interrupção de serviços essenciais.

Durante a sessão, alguns parlamentares se manifestaram, a exemplo da deputada estadual Lêda Borges (PSBD). Segundo ela, “a bandeira da Educação não tem cor, não tem partido,  não tem ideologia" e acrescentou que o país avançou muito na interiorização da Educação. "Estamos juntos nessa, em defesa da Educação nacional”. Os deputados Rubens Otoni (PT), Hélio de Sousa (PSDB) e Antônio Gomide (PT) também se manifestaram em defesa da educação pública. Os parlamentares disseram acreditar no papel da Educação como promotora da mudança social e redução das desigualdades. 

Participaram da audiência gestores e servidores das três instituições e representantes das entidades sindicais que atuam em defesa de professores e técnicos administrativos das instituições públicas de Educação do Estado.

 

Setor de Comunicação Social e Eventos

Com informações da Diretoria de Comunicação do IFG

Fim do conteúdo da página