A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Página inicial > Histórico
Início do conteúdo da página

Histórico

Publicado: Quarta, 17 de Junho de 2015, 14h48 | Última atualização em Terça, 22 de Agosto de 2017, 09h41 | Acessos: 1852

A unidade foi  criada pela Lei nº 1.923 de 28 de julho de 1953 e inicialmente oferecia os Cursos de Iniciação Agrícola e de Mestria Agrícola, com a denominação de Escola Agrícola de Urutaí-GO, nas instalações da antiga Fazenda Modelo, propriedade que por várias décadas funcionou como Centro de Criação de Raças Bovinas de alto padrão zootécnico.Na época a escola era subordinada a Superintendência do Ensino Agrícola e Veterinário (SEAV) do Ministério da Agricultura.

Em 1964, pelo Decreto nº. 53.558,  foi alterada a denominação de Escola Agrícola para Ginásio Agrícola de Urutaí e em 1977 a Instituição foi autorizada a funcionar com o Curso Técnico em Agropecuária, em nível de 2º Grau, já com a denominação de Escola Agrotécnica Federal de Urutaí. Em 1980 a unidade passa a se chamar Escola Agrotécnica Federal de Urutaí. O ano de 1999 é marcado pela implantação do Curso Superior de Tecnologia em Irrigação e Drenagem – TID, o primeiro da instituição.

Pelo Decreto Presidencial de 16 de agosto de 2002, houve a transformação e mudança de denominação de Escola Agrotécnica Federal de Urutaí para Centro Federal de Educação Tecnológica de Urutaí – CEFET. Posteriormente, com o Decreto nº. 5225, de 1º outubro de 2004, o CEFET Urutaí passa a ser Instituição de Ensino Superior.

Em dezembro de 2008 surgem os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia , criados pela Lei 11.892/08 e com isso a transformação de Cefet em Câmpus Urutaí do Instituto Federal Goiano (IF Goiano).

Atualmente o IF Goiano Câmpus Urutaí oferece dez cursos superiores entre bacharelados, licenciaturas e tecnologias. Já no ensino médio e técnico, há a oferta de cursos nas modalidades: integrado ao ensino médio, concomitante e subsequente. Além disso, na pós-graduação, são ofertados uma especialização em Ensino de Humanidades e dois mestrados profissionais em Conservação dos Recursos Naturais do Cerrado e em Proteção de Plantas.

registrado em:
Fim do conteúdo da página