A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Página inicial > Últimas Notícias Catalão > 2ª Edição do Projeto “Arte, Cultura e Cotidiano: Momento Cultural no Instituto Federal Goiano – Campus Avançado Catalão”, com o tema Aquecimento Global e Crise Hídrica.
Início do conteúdo da página

2ª Edição do Projeto “Arte, Cultura e Cotidiano: Momento Cultural no Instituto Federal Goiano – Campus Avançado Catalão”, com o tema Aquecimento Global e Crise Hídrica.

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Sexta, 05 de Abril de 2019, 10h49 | Última atualização em Sexta, 05 de Abril de 2019, 10h50 | Acessos: 316

Na última sexta-feira, 29, foi realizada a 2ª edição do projeto “Arte, Cultura e Cotidiano: Momento Cultural
no Instituto Federal Goiano – Campus Avançado Catalão”, com o tema “Aquecimento Global e Crise
Hídrica”. Como o próprio título do projeto já indica, a proposta é refletir, através da linguagem artística,
sobre temáticas do cotidiano, de caráter transversal e interdisciplinar – previstas nos Parâmetros Curriculares
Nacionais, na LDB e outras Leis Federais específicas, conteúdos que nem sempre são cumpridas pela maior
parte das disciplinas nas escolas brasileiras. Este projeto está sob a coordenação do Prof. Gabriel de Melo
Neto e da Profa. Evelyn Cristine Vieira e conta com a colaboração de professores/as, técnicos
administrativos e estudantes, com a previsão do desenvolvimento de edições em periodicidade quinzenal ao
longo do ano letivo.
A programação desta segunda edição teve a participação maciça dos estudantes dos Cursos Técnicos em
Informática e Mineração Integrados ao Ensino Médio. Contou com a projeção de vídeos (Aquecimento
Global e Suas Consequências; Greta Thunberg – Adolescente sueca que lidera protesto global contra
mudanças climáticas), apresentações de textos, poesias e slams, autorais e não autorais relacionados ao tema,
executados pelos próprios estudantes e mediados pelos coordenadores do projeto, além dos servidores
Francisco Neto, Higor Heyder, Emerson Nascimento e Anicézio Guimarães.
Ressalta-se aqui a importância deste projeto e dos temas propostos, uma vez que se trata de questões que
atingem a todos nós, esta “grande família de mais de 7 bilhões de pessoas” espalhadas pelo globo terrestre.
Entre as diversas ações mundo a fora, destaca-se o ocorrido na sexta-feira, 15/03/2019, em que a adolescente
sueca Greta Thunberg, nomeada para concorrer ao Prêmio Nobel da Paz, lidera protesto global contra
mudanças climáticas. Foram registradas manifestações de estudantes em diversos países, considerados uma
das maiores ações internacionais sobre as mudanças climáticas.
No Brasil, os participantes do Seminário Nacional do Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social,
promovido por Pastorais Sociais da CNBB, Movimentos Sociais e Entidades da sociedade civil, publicaram
em 30 de novembro de 2018, um documento denominado Tempos de incertezas e Esperanças que aborda
as grandes preocupações quanto ao futuro brasileiro, e as ameaças do não cumprimento do Acordo do
Clima de Paris, essencial para enfrentar as mudanças climáticas provocadas pelo aquecimento global, além
de preocupações com os povos indígenas e comunidades tradicionais, e o aumento do desmatamento da
Amazônia.
O Acordo de Paris, realizado em 2015, na COP 21, convenção da ONU sobre mudanças climáticas, que
reuniu 197 países, estabeleceu um pacto contra o aquecimento global, para frear a elevação da temperatura
média global em 1,5°C até o ano de 2100, diante da previsão do aquecimento em 3°C, se nada for feito,
colocando em risco a vida no planeta.
No Brasil, a Resolução nº 181/2016 do Conselho Nacional de Recursos Hídricos, aprovou as “Prioridades,
Ações e Metas do Plano Nacional de Recursos Hídricos para 2016-2020”, mas caminha a passos lentos
quando se trata do abastecimento de água tratada e de esgoto. De acordo com a Confederação Nacional da
Indústria (CNI), por meio do estudo “Burocracia e Entraves no Setor de Saneamento”, aponta-se que toda a
população do país somente terá o atendimento de água em 2043, e de esgoto, em 2054, se permanecer o
ritmo atual de investimentos neste setor.
A Rede Brasil do Pacto Global destaca o Dia Mundial da Água 2019 com o slogan “Não deixar ninguém
para trás”, ressaltando as responsabilidades do setor privado quanto à promoção de uma gestão hídrica
eficiente. Além disto, alerta as autoridades e população sobre os múltiplos efeitos causados sobre o meio
ambiente e economia, quando o tema é negligenciado.
Projetos, como este do Instituto Federal Goiano – Campus Avançado Catalão, são importantes para a
formação acadêmica, profissional e humana de nossos jovens, hoje estudantes, mas que em breve serão

profissionais atuando em várias áreas distintas em nossa sociedade, podendo inclusive ocuparem funções
importantes na esfera privada ou pública e que farão a diferença em favor de um mundo melhor para se
viver.
Os organizadores do projeto agradecem a todos os participantes e aqueles que de alguma forma colaboraram
para a realização deste evento, em especial aos estudantes Bruno Silva, Carla Gabrielle e Sofia Moraes (1º
Ano), Ana Paula de Carvalho (2º Ano) e Ana Carolina Garcia, José Felipe e Yasmin Rodrigues (3º Ano de
Informática); Keilla Santos, Késia e Matheus de Jesus (1º Ano), Ismael Moreira, Natália Costa e Vitória
Lopes (2º Ano de Mineração).


Fonte: Texto elaborado pelo Professor Anicézio Guimarães com colaboração do professor Gabriel de Melo
Neto e da professora Evelyn Cristine Vieira.

Fim do conteúdo da página