A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Página inicial > Últimas Notícias Rio Verde > Em meio à crise, Campus Rio Verde do IF Goiano se destaca e fecha 2016 de forma positiva
Início do conteúdo da página

Em meio à crise, Campus Rio Verde do IF Goiano se destaca e fecha 2016 de forma positiva

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Quinta, 15 de Dezembro de 2016, 10h10 | Última atualização em Terça, 20 de Dezembro de 2016, 17h32 | Acessos: 1107

A chancela veio em novembro, durante o recredenciamento institucional: conceito 4 atribuído pelo Inep/Mec.

Não daria para começar esse texto sem comemorar esse conceito. Afinal, apesar de todas as intempéries vividas pelas instituições de ensino do país com a crise política e econômica, o Campus Rio Verde manteve seu conceito 4 perante o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/Mec). Nota que o mantém ao lado das instituições de ensino mais bem conceituadas do Estado de Goiás. Só lembrando: a nota máxima é 5 (cinco), ainda não atribuída a nenhuma unidade de ensino do Estado.

Esse conceito veio coroar um ano de verdadeiros dribles contra a crise. De acordo com o diretor-geral, professor Anísio Correa da Rocha, essa superação só foi possível porque todos os servidores se empenharam para evitar que os abalos pudessem comprometer a instituição e prejudicar seu objetivo final, que é o de continuar oferecendo educação de qualidade a toda a comunidade. 

Ensino

O Campus Rio Verde é a única instituição pública de ensino superior no município e abriga em sua maioria, alunos oriundos de escolas públicas, que dificilmente conseguiriam se manter em uma instituição de ensino privada, sobretudo, diante da instabilidade econômica porque passa o país. De acordo com o diretor de ensino, professor Edson Luiz Souchie, o campus tem hoje - entre alunos de cursos técnicos presenciais e à distância e cursos de graduação - 5.264 matriculados. Por ano são oferecidas cerca de 1.500 vagas para alunos de cursos técnicos presenciais e à distância e mais de 400 vagas em cursos de graduação. A instituição possui atualmente 11 cursos de graduação, 9 cursos técnicos presenciais e 7 cursos técnicos à distância, cursos esses que atendem a alunos de várias cidades do sudoeste e extremo sudoeste goiano. 

Pesquisa e Pós-graduação

Em 2016, mais 1 curso de pós-graduação foi implantado, somando-se agora 7 cursos de mestrado e 2 de doutorado. Essa realidade coloca o campus como referência entre os Institutos Federais do Brasil inteiro. É um dos poucos que possuem várias áreas do conhecimento totalmente verticalizadas (oferece de cursos técnicos a pós-graduação). O diretor de pesquisa e pós-graduação do campus, professor Alan Carlos Costa, também atribui esse crescimento ao envolvimento de toda a comunidade acadêmica, incluindo servidores docentes, administrativos e alunos. Para ele, a dedicação de todos tem atraído as agências de fomento, que acreditam nos projetos desenvolvidos no campus e auxiliam com seus recursos.

Extensão

Outro setor que cresceu significativamente foi o de extensão. Recentemente, a diretoria abriu edital para seleção de novos projetos, cerca de 30 foram apresentados. De acordo com o diretor de extensão, professor José Wéselli de Sá Andrade, os projetos inscritos são de grande relevância para a comunidade. Para ele, todos os envolvidos no processo educacional do campus entenderam a importância do tripé: ensino, pesquisa e extensão e cada um quer dar a sua contribuição. A diretoria também abriu as portas da instituição para alunos da pedagogia da alternância, projeto que atende a comunidade de pequenos agricultores. 

Infraestrutura

As obras em andamento na unidade chegaram a momentos críticos, algumas delas chegaram a ser interrompidas,  mas ao longo de 2016 a situação se reverteu, resultado de muito esforço e dedicação dos servidores da diretoria de administração e planejamento, que tem à frente, Lucilene Bueno Borges de Almeida. Já próximas da conclusão estão as obras da nova portaria do campus, centro de convivência para alunos, garagem para veículos oficiais e quatro estacionamentos. A construção do novo auditório também foi retomada e a previsão de entrega da edificação é para novembro de  2017. Esse ano também foi finalizada a construção da nova biblioteca e dos pavilhões de laboratórios: Engenharias I, II e Agroquímica, assim como os laboratórios de hidráulica/irrigação, plantas daninhas, bromatologia, microbiologia agrícola e unidade de digestibilidade de ruminantes.

O diretor-geral, professor Anísio Correa da Rocha, entusiasma-se com os resultados e diz não ter dúvida de que em 2017 a unidade de Rio Verde continuará prosperando. Ele aproveita para ressaltar a parceria que tem com todos os gestores do IF Goiano, liderados pelo reitor, professor Vicente Pereira de Almeida.

 

Relatórios de Gestão - Exercício 2015

Diretoria de Ensino 

Diretoria de Extensão

Gerência de Suporte Institucional

Diretoria de Administração e Planejamento

 

 

Fim do conteúdo da página