A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Página inicial > Últimas Notícias Ceres > Integra IF Goiano apresenta: Ideias que Integram
Início do conteúdo da página

Integra IF Goiano apresenta: Ideias que Integram

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Quinta, 03 de Outubro de 2019, 23h23 | Última atualização em Segunda, 07 de Outubro de 2019, 14h59 | Acessos: 128

Se o evento é sobre integração, nada mais justo que tratar de ideias e projetos que estão trabalhando isso nas diversas unidades da Instituição. De forma rápida e direta

Por Tiago Gebrim
Fotos: Tiago Gebrim

 

 

Lightning talks, ou, em bom português, palestras relâmpago. O conceito define apresentações curtas, em torno de cinco ou sete minutos, que podem ser utilizadas para mostrar brevemente uma ideia em desenvolvimento, uma ação, e possibilitar uma maior quantidade de apresentações. Foi sobre este conceito que se constituiu o Ideias que Integram, evento bastante anunciado dentro do Integra IF Goiano, que convidou servidores de toda a Instituição a compartilharem projetos e propostas exitosas em suas unidades.

O evento foi realizado na tarde desta quinta-feira, 03 de outubro, com mais de dez apresentações, que incluíram os temas de formação de grupo de pesquisa, meio ambiente, inclusão, bullying, intervenção pedagógica, agroecologia, entre outros. Além da diversidade de temas, o momento foi enriquecido pela pluralidade de campi – Campos Belos, Ceres, Hidrolândia, Iporá, Morrinhos, Posse e Urutaí – cada um com seus contextos específicos, pela região em que estão inseridos.

A montagem do Ideias que Integram agrupou as apresentações em blocos de no máximo quatro participantes, sendo que cada um tinha, no máximo, sete minutos de fala. Após cada bloco, fez-se um momento para discussão entre os integrantes e também para respostas aos questionamentos da plateia.

A primeira ligthning talk foi Cyberbulling: História e impactos sociais e psíquicos na vida dos indivíduos do século XXI, apresentada pelo servidor Delson Ferreira, de Hidrolândia. Ele narrou como um projeto integrador, envolvendo docentes das disciplinas de Legislação em Informática, História, Sociologia e Filosofia, está promovendo uma reflexão, pelos próprios discentes, sobre bullying virtual. “Ele começa a observar, pensa ‘Olha, eu conheço isso, eu sofro isso’, ou então ‘Será que eu pratico isso aí’?”, conta Ferreira.

A metodologia perpassa por análise de filmes, debates em sala de aula e escrita de artigos científicos sobre o eixo temático, que é Desrespeito à dignidade humana nas redes digitais”. Como resultados observados, o docente elencou integração efetiva entre as disciplinas envolvidas, contribuição na formação técnica e humanística e uma proposta de trabalho sobre cyberbullying a ser realizada na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia deste ano.

 


Newarney da Costa e o chatbot Goianinho, que pode ajudar estudantes a conhecerem as regras estudantis do IF Goiano de forma interativa

 

Outra ideia apresentada foi o desenvolvimento de chatbot para facilitar o acesso ao Manual de Assistência Estudantil do IF Goiano. Posta em andamento no Campus Iporá, a iniciativa parte dos servidores Cleon Pereira Júnior, Newarney Costa e Suélia Araújo. Eles identificaram que há dificuldades no acesso às regras, principalmente direitos e deveres, constantes no manual.

O documento, atualmente disponível em versão digital, possui muitas páginas e várias seções, o que contribuiu para desencorajar uma leitura rápida em busca de informações específicas. Qual é a solução? Uma ferramenta com a qual os estudantes se identifiquem e que seja capaz de localizar informações específicas rapidamente: um chatbot – basicamente, um programa que converse inteligentemente com o usuário, um assistente. A ideia já tem nome: é o Goianinho, que pode ser disponibilizado integrado ao Facebook, por exemplo.

Na visão dos criadores, a ferramenta pode ter um impacto mais amplo que somente consulta a regramentos: aumentar o conhecimento dos discentes, principalmente com direitos e deveres que passam despercebidos, facilitar a criação de um ambiente mais harmonioso e despertar o interesse institucional para desenvolvimento de outras ferramentas que facilitem o processo de comunicação.

 

Acompanhe as demais matérias:

Equidade de gênero no ensino, pesquisa, extensão e política é tema de debate

3º Festival de Música premia artistas de Urutaí, Ceres e Cristalina

Oficina de Ensino Médio Integrado desafia participantes

Curricularização da extensão é tema da 1ª mesa redonda do Integra

Casa cheia na abertura do Integra

 

 

Ascom Campus Ceres

Fim do conteúdo da página