A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Página inicial > Projetos > Projetos em andamento
Início do conteúdo da página

Projetos em andamento

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Terça, 29 de Agosto de 2017, 17h55 | Última atualização em Terça, 21 de Maio de 2019, 19h00 | Acessos: 307
Área Sistemas integrados de produção agropecuária
Título Unidades de Ensino, Pesquisa e Extensão (Uepe) para sistemas integrados de produção agropecuária
Resumo As Uepes são espaços experimentais e ambientes para troca de experiências com a finalidade de difundir sistemas produtivos integrados. Os sistemas integrados são reconhecidamente sustentáveis, ambiental e economicamente, mas devido à complexidade, seus componentes devem ser escolhidos com cuidado, levando em conta as características da propriedade e da região. Nas atividades de pesquisa, o projeto do IF Goiano busca encontrar soluções básicas (ou iniciais) para o Cerrado, que se adaptem às diferentes condições de solo, clima e aptidões produtivas existentes no estado de Goiás. Atualmente, o IF Goiano conta com Uepes nos municípios de Hidrolândia, Iporá, Montes Claros de Goiás, Morrinhos e Rio Verde. O Polo de Inovação tem sob sua responsabilidade as duas unidades de Rio Verde e colabora com o trabalho das demais unidades.
Responsável Darliane de Castro Santos
Financiamento/Parceiro Embrapa, Rede de Fomento iLPF, Comigo, Emater Goiás, Ikeda, Unipasto, Sementes Moeda  e produtores rurais
Período de realização desde início de 2018
Mais informações Página do projeto, Facebook do projeto

 

Área Plantas daninhas
Título Alternativas para o controle químico de Digitaria insularis com possível resistência ao herbicida glifosato
Resumo Trabalho objetiva identificar se as falhas no controle de capim amargoso (Digitaria insularis [L.] Fedde) com glifosato, em áreas comerciais da região de Rio Verde, no sudoeste goiano, devem-se à resistência; avaliar a eficiência de outros tratamentos químicos alternativos em pré e pós-emergência, associados ao glifosato, que propiciem ao produtor melhor controle do capim-amargoso, bem com determinar o estádio de desenvolvimento em que essa espécie é mais sensível aos tratamentos alternativos.
Responsável Renata Pereira Marques
Financiamento/Parceiro Chamada CNPq-SETEC/MEC Nº 17/2014 - Linha 1: PD&I
Período de realização  01/03/2017 a 31/01/2019

 

 

Área Plantas daninhas
Título Monitoramento aéreo e diagnóstico das principais plantas daninhas com resistência a herbicida no sudoeste goiano
Resumo Levantamento da flora daninha em nível de família, gênero e espécie que infestam áreas comerciais de produtoras de soja, no município de Rio Verde (GO), a partir de um método clássico. Com os dados obtidos será possível validar a tecnologia Digital Farming Solutions da Bayer Crop Science®, o qual reconhece e quantifica plantas daninhas por meio de imagens obtidas com equipamentos de imageamento aéreo (Drone/VANTs); determinar a frequência, a densidade e a abundância da flora daninha, e também a sua relação com a população total de infestantes em áreas comerciais produtoras de soja antes e depois do processo de dessecação das áreas para a safra 2017/2018; propor estratégias de controle químico após levantamento quantitativo e qualitativo da infestação de plantas daninhas baseado nas infestações pontuais.
Responsável Renata Pereira Marques
Financiamento/Parceiro Bayer e Rural Brasil
Período de realização 08/08/2017 a 31/08/2019

 

 

Área Fertilidade do solo/ Adubação de grandes culturas
Título Soybean-Corn Response to Polyhalite in Rio Verde, Cerrado region of Brazil: First year
Resumo O objetivo deste estudo é quantificar os efeitos do fertilizante Poly4 (um produto da Sirius Minerals Plc), em comparação com tratamentos com KCl, no acúmulo e particionamento de macro e micronutrientes em cultivares de soja de dois diferentes grupos de maturação. Este estudo também tentará compreender o efeito dos tratamentos no acúmulo de nutrientes pelo milho semeado em duas diferentes datas de semeadura.
Responsável Gustavo Castoldi
Financiamento/Parceiro Empresa Sirius Minerals Plc. (projeto cadastrado na FUNAPE)
Período de realização 01/10/2017 a 30/09/2018

 

 

Área Fertilidade do solo/ Nitrogênio
Título NUCLEUS – A virtual joint centre to deliver enhanced nitrogen use efficiency via an integrated soil-plant systems approach for the UK & Brasil
Resumo  
Responsável Gustavo Castoldi
Financiamento/Parceiro FAPEG - Chamada Fundo Newton/BBSRC/Confap
Período de realização 08/2016 a 08/2019

 

 

Área Fertilidade do solo/ Sistemas de produção
Título Otimização e difusão de tecnologias para inclusão de plantas de cobertura em  sistemas de produção de  grãos do Sudoeste Goiano
Resumo Estudo avalia a inclusão de plantas de cobertura na entressafra do sistema soja-milho safrinha. Os ensaios de campo são conduzidos em solos com distintas características granulométricas, e o sistema convencional de sucessão soja/milho safrinha em cultivo solteiro será comparado com sistemas nos quais o milho safrinha será consorciado com crotalária spectabilis, brachiaria brizantha e brachiaria ruziziensis, sendo as brachiarias associadas ou não a nematicidas biológicos. Serão avaliadas, dentre outras coisas, a ciclagem de nutrientes e a fertilidade do solo, a dinâmica de plantas daninhas e nematoides, a produtividade das culturas e a viabilidade econômica dos sistemas. Essas avaliações foram definidas em função das necessidades dos produtores rurais, de modo que podem facilitar o processo de difusão e aceitação das tecnologias pelos mesmos. A transferência de tecnologia ao agricultor será feita na forma de assistência técnica, organização de palestras e/ou dias de campo, e elaboração e distribuição de folders e boletins técnicos.
Responsável Gustavo Castoldi
Financiamento/Parceiro Chamada CNPq-SETEC/MEC Nº 17/2014 - Linha 2: Extensão Tecnológica (Empresa parceira: TestAgro)
Período de realização 01/02/2015 a 31/01/2018

 

 

Área Entomologia Agrícola/ Resistência de pragas a inseticidas
Título Suscetibilidade de Euschistus heros (Hemiptera: Pentatomidae) a inseticidas usados na cultura da soja
Resumo Realização de bioensaios para avaliação da suscetibilidade de populações coletadas em campo de percevejo-marrom [Euschistus heros (Fabricius)] aos inseticidas comumente usados no Brasil. Além disso, será avaliado preliminarmente o envolvimento do metabolismo como fator gerador de resistência a estes produtos a partir de ensaios de sinergismo e atividade enzimática. Os resultados dessa proposta são importantes visto que estudos de suscetibilidade permitem que concentrações diagnósticas para detecção de resistência sejam estimadas e validadas. Em adição, a investigação do mecanismo conferindo resistência permite que as moléculas inseticidas sejam escolhidas dentre aquelas que não produzam resistência cruzada ou múltipla. Desta forma, o produtor pode escolher o produto dentre as opções oferecidas no mercado que possibilitem controle da praga e reduza as chances de perdas de produção através da sobrevivência diferencial de percevejos.
Responsável Agna Rita dos Santos Rodrigues
Financiamento/Parceiro Chamada Universal CNPq 01/2016 - faixa A
Período de realização 01/02/2015 a 31/01/2018

 

 

Área Entomologia Agrícola/ Resistência de pragas a inseticidas
Título Ferramenta para detecção e monitoramento de resistência do percevejo-marrom a inseticidas utilizados na cultura da soja
Resumo Realização de bioensaios para avaliação da suscetibilidade de populações coletadas em campo de percevejo-marrom [Euschistus heros (Fabricius)] aos inseticidas comumente usados no Brasil. Além disso, será avaliado preliminarmente o envolvimento do metabolismo como fator gerador de resistência a estes produtos a partir de ensaios de sinergismo e atividade enzimática. Os resultados dessa proposta são importantes visto que estudos de suscetibilidade permitem que concentrações diagnósticas para detecção de resistência sejam estimadas e validadas. Em adição, a investigação do mecanismo conferindo resistência permite que as moléculas inseticidas sejam escolhidas dentre aquelas que não produzam resistência cruzada ou múltipla. Desta forma, o produtor pode escolher o produto dentre as opções oferecidas no mercado que possibilitem controle da praga e reduza as chances de perdas de produção através da sobrevivência diferencial de percevejos.
Responsável Agna Rita dos Santos Rodrigues
Financiamento/Parceiro Edital IF Goiano 21/2015 (Parceira: Xecape Rural)
Período de realização 04/2017 a 03/2019

 

 

Área Tecnologia de sementes
Título Tratamento de sementes de cultivares de soja com Penergetic Pflanzen
Resumo Avalia a qualidade fisiológica de sementes de cultivares de soja sob tratamento com Penergetic Pflanzen. Avalia a germinação e caraterísticas de vigor de sementes de 5 cultivares de soja utilizadas na região sudoeste de Goiás. Avalia o diferencial de desempenho fisiológico de sementes dos cultivares de soja, sob tratamento com Penergetic, antes e após o armazenamento.
Responsável Jacson Zuchi
Financiamento/Parceiro Penergetic do Brasil Ltda e Eleva Agrícola Representações Ltda.
Período de realização 01/12/2016 a 01/12/2018
Saiba mais "Tratamento de sementes de soja, uma questão tática nas mãos do produtor" (Revista do Sindicato Rural de Rio Verde - junho/2017)

 

 

Área Tecnologia de sementes
Título Qualidade de sementes de cultivares de soja sob tratamento com carreador de síntese de açúcar e com protetor de vagens em pré-colheita
Resumo Verifica se o uso de produto que estimule a síntese de açúcares, durante o desenvolvimento da semente, na fase reprodutiva da planta de soja e o uso de produto que proporcione proteção física a vagem de soja, na fase pré-colheita, durante associado a dessecação proporcionam diferencial de performance de qualidade nas sementes e maior vigor durante o armazenamento.
Responsável Jacson Zuchi
Financiamento/Parceiro FortGreen Comercial Agrícola Ltda.
Período de realização 01/03/2018 a 01/12/2018

 

 

Área Tecnologia de sementes
Título Relação do teste de envelhecimento acelerado com o armazenamento e a qualidade de sementes de Glycine max L. Merril
Resumo Relacionar o tempo de envelhecimento acelerado correspondente ao tempo de envelhecimento natural em condições controladas em sementes de 3 cultivares de Glycine max L. Merril; relacionar o teste de envelhecimento acelerado e a qualidade de sementes de soja em armazenamento natural, sob condições controladas; mensurar características de vigor de sementes de soja, para integrar os resultados de testes de estresse e desempenho de plântulas com a qualidade fisiológica durante o armazenamento e gerar informações técnicas parâmetros e indicadores para análise de sementes de soja visando aumentar o grau de confiabilidade dos resultados de laboratório com os observados pelo produtor.
Responsável Jacson Zuchi
Financiamento/Parceiro Sementes Vitória Ltda.
Período de realização 01/06/2018 a 01/12/2018

 

 

Área Tecnologia de sementes
Título Controle de qualidade de sementes de soja como ferramenta para programas de melhoramento genético
Resumo Avaliar a qualidade fisiológica de sementes de cultivares de soja com diferentes graus de sensibilidade à deterioração, ao início e final do armazenamento. Avaliar o desempenho fisiológico de sementes de soja de 14 cultivares utilizadas na região sudoeste de Goiás;Prognosticar indicadores técnicos intrínsecos e extrínsecos as etapas de produção e armazenamento de sementes de soja, para suporte aos programas de melhoramento genético; Identificar fatores e alternativas de manejo pós-colheita para potencializar a obtenção de lotes de elevada qualidade fisiológica.
Responsável Jacson Zuchi
Financiamento/Parceiro Caraíba - Melhoramento de Sementes Ltda.
Período de realização 01/07/2017 a 01/12/2018

 

 

Área Fisiologia Vegetal
Título Identificação de genótipos de cana-de-açúcar tolerantes ao alumínio
Resumo Uma das características do solo do cerrado é a presença de altas concentrações de alumínio trocável, que é extremamente tóxico para as plantas e, consequentemente, interfere na produtividade. Nesse sentido, algumas práticas de manejo de solo são adotadas para diminuir a concentração desse alumínio bem como aumentar a concentração de bases como o cálcio e o magnésio. No entanto, essa prática eleva o custo de produção e, além disso, pode promover a super exploração das reservas de calcário. Portanto, esse projeto tem como objetivo identificar genótipos de cana-de-açúcar tolerantes ao alumínio para que possam ser cultivados em solos de baixa fertilidade.
Responsável Lucas Anjos de Souza
Financiamento/Parceiro Raízen
Período de realização 07/2016 a 08/2018

 

 

Área Fisiologia Vegetal
Título Identificação de genótipos de sorgo tolerantes ao alumínio
Resumo Uma das caracteristicas do solo do cerrado é a presença de altas concentrações de alumínio trocável, que é extremamente tóxico para as plantas e, consequentemente, interfere na produtividade. Nesse sentido, algumas práticas de manejo de solo são adotadas para diminuir a concentração desse alumínio bem como aumentar a concentração de bases como o cálcio e o magnésio. No entanto, essa prática eleva o custo de produção e, além disso, pode promover a super exploração das reservas de calcário. Portanto, esse projeto tem como objetivo identificar genótipos de sorgo tolerantes ao alumínio para que possam ser cultivados em solos de baixa fertilidade.
Responsável Lucas Anjos de Souza
Financiamento/Parceiro Nexsteppe
Período de realização 07/2016 a 08/2018

 

 

Área Melhoramento genético de plantas
Título Introdução de sorgo sacarino como complemento de matéria prima para a produção de etanol da entressafra da cana-de-açúcar
Resumo O projeto avalia a viabilidade técnica e econômica do sorgo sacarino como fonte de complementar de matéria-prima para a indústria sucroalcooleira na entressafra da cana-de-açúcar. Para isso, está avaliando 20 híbridos de sorgo sacarino com vistas a identificar o melhor para a produção de etanol na região que compreende as cidades de Rio Verde, Santa Helena e Jataí, no sudoeste goiano. Também visa avaliar desde o plantio até a produção de etanol, observando as dificuldades encontradas na introdução do sorgo sacarino no processo produtivo de etanol de cana-de-açúcar e, caso ocorra, tentar contorná-las.
Responsável Pablo Diego Silva Cabral
Financiamento/Parceiro Nexsteppe; Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí; Universidade Federal da Grande Dourados
Período de realização 09/2017 a 12/2020
Fim do conteúdo da página