A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página
inovação

Aprovado Parque Científico-Tecnológico do IF Goiano

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Quinta, 21 de Março de 2019, 09h41 | Última atualização em Terça, 02 de Abril de 2019, 19h00 | Acessos: 1191

TecnoIF está instalado em Rio Verde e tem como objetivo fomentar a inovação em Goiás.

O Instituto Federal Goiano (IF Goiano) teve seu projeto de Parque Científico-Tecnológico, o TecnoIF, aprovado pelo governo estadual e agora está credenciado no Programa Goiano de Parques Tecnológicos (PGTec). Instalado em Rio Verde, o objetivo do parque é fomentar a inovação por meio de um ambiente compartilhado entre pesquisadores do IF Goiano e empresas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). 

Um parque tecnológico é um complexo organizacional que concentra, em um local físico e de forma planejada, instituições de pesquisa e desenvolvimento, empresas de base tecnológica e outros serviços relacionados, como aceleradoras de empresas. Em Goiás, o PGTec denomina "parque científico-tecnológico" aquele que é vinculado a uma instituição de educação, que é o caso do IF Goiano. Além disso, o programa oferece isenções fiscais para empresas instaladas nos parques credenciados.

O TecnoIF está instalado em uma área de 100 mil metros quadrados às margens da GO 174. A área foi doada pela Prefeitura Municipal de Rio Verde em 2014 para construção do Polo de Inovação, cujas obras estão em andamento. A área total foi ampliada em 2017, por meio de mais uma doação da prefeitura diante da possibilidade de criação do parque. O novo projeto urbanístico da área deverá contemplar, portanto, a instalação de unidades de PD&I de empresas e outros serviços.

Os eixos de atuação para o TecnoIF foram definidos a partir de demandas identificadas na região. São eles: produção sustentável de alimentos, inteligência artificial e tecnologias da informação aplicadas à agropecuária, biotecnologia aplicada ao agronegócio, tecnologia de alimentos, automação na agroindústria e energias renováveis.

Inicialmente, o Parque Científico-Tecnológico do IF Goiano será coordenado pelo Polo de Inovação, que também compôs a equipe responsável pelo projeto do parque. Segundo o diretor do Polo, Alaerson Maia Geraldine, a equipe já possui processos de trabalho estruturados para buscar parcerias com a iniciativa privada, principalmente em razão da experiência com os projetos Embrapii. Para ele, o parque é uma iniciativa arrojada do IF Goiano no âmbito da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. “Ele  integra a educação, que é a atividade principal da Instituição, com ações de pesquisa em um ambiente empreendedor e inovador", justifica.

De acordo com o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IF Goiano, Fabiano Guimarães Silva, o credenciamento mostra que a Instituição está cada vez alinhada às tendências de pesquisa e inovação. "Embora sediado em Rio Verde por questões estratégicas, o TecnoIF pertence a todo IF Goiano, pois se trata de um ambiente para compartilhar e fazer parcerias em prol da inovação, do aperfeiçoamento profissional e do desenvolvimento socioeconômico", comentou.

 

Saiba mais sobre o Programa Goiano de Parques Tecnológicos

 

Assessoria de Comunicação do Polo de Inovação

registrado em:
Fim do conteúdo da página