A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

Mestrado ProfEPT realiza aula inaugural de sua 1ª turma em Ceres

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Quarta, 02 de Junho de 2021, 00h50 | Última atualização em Segunda, 14 de Junho de 2021, 23h09 | Acessos: 72

Aula foi ministrada virtualmente pelo professor Gaudêncio Frigotto, pesquisador de renome na Educação Profissional e Tecnológica

Na última sexta-feira de maio, dia 28, o Campus Ceres do Instituto Federal Goiano (IF Goiano) realizou a aula inaugural de sua 1ª turma do mestrado profissional em EPT (ProfEPT). Composta de palestra apresentada pelo professor Gaudêncio Frigotto, uma das maiores autoridades em Educação Profissional e Tecnológica (EPT) em nosso País, a solenidade foi transmitida pela conta do Campus no Youtube. 

Na mesa diretiva, o coordenador local do Programa, professor Matias Noll, apresentou a programação da aula inaugural e desejou que o evento fosse marcado como “ato de resistência e defesa da ciência e da educação pública, gratuita de qualidade”. Sua fala foi seguida pelo lançamento do livro Educação e trabalho, utopias possíveis nos espaços da EPT, volume 1: produtos educacionais, sujeitos e aproximações em ambientes sociais, apresentado pela docente Mirelle de São Bernardo, também do ProfEPT e uma das organizadoras da obra, que pode ser acessada gratuitamente aqui.

A coordenadora nacional do mestrado, docente Danielle Piontkovsky, do Instituto Federal do Espírito Santo, também esteve presente na solenidade. Ela reforçou o desafio em manter funcionando este que é o maior programa de pós-graduação da área de Ensino da Capes, atualmente com 2.626 estudantes, aproximadamente 520 professores e mais de 800 egressos. Tais números tornam o ProfEPT um programa extremamente capilarizado e plural, que hoje soma “centenas de produções técnicas e educativas em EPT, uma contribuição singular para a expansão da Educação Profissional no Brasil”.

O pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do IF Goiano, Alan Costa, chamou a atenção para a importância de se reunir por um objetivo comum como é o da educação e o desenvolvimento social. “[Com] tanta gente nos acompanhando, pensamos em como a tecnologia nos aproxima, mas vemos que não é somente isso, são os objetivos comuns, são mais de 200 pessoas nos acompanhando, reunidas em torno do compromisso com o desenvolvimento da sociedade e do País”, afirmou.

 

 

Em sua fala, Cleiton Mateus, diretor-geral do Campus Ceres, lembrou  que Ceres estava “em uma das regiões [de Goiás] mais esquecidas em relação a Instituições públicas”, o que mudou com a reestruturação da Rede Federal de EPT, a partir de 2008. Tal reestruturação é o que permitiu hoje à unidade se tornar polo de um programa de mestrado desta magnitude. Sobre isso, Elias Monteiro, reitor do IF Goiano, afirmou que participar de aulas como a presente “[nos] enche de esperança, principalmente no sistema dos IFs, unidades no interior do interior do Brasil”. O reitor pediu a todos que exercessem a defesa da educação como um “bem público, direito de todos e dever do Estado”.


Após a fala da mesa diretiva, o professor Gaudêncio Frigotto ministrou a aula inaugural do Programa em Ceres, intitulada Institutos Federais, nova institucionalidade e identidade, que pode ser assistida na íntegra abaixo:

 

Ascom Campus Ceres

Fim do conteúdo da página