A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

Estudantes de Agronomia e Ciência da Computação conquistam 2º lugar em competição de startups

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Terça, 20 de Julho de 2021, 10h18 | Última atualização em Segunda, 26 de Julho de 2021, 16h53 | Acessos: 419

A equipe do IF Goiano - Campus Rio Verde, sob a orientação do professor Tavvs Alves, concorreu com 16 equipes. Ficou na 2ª colocação, sendo que o 1º e o 3º lugares foram conquistados por startups que já atuam no mercado.

Depois de passar da primeira fase, a equipe do Campus Rio Verde formada por Autielis Ferreira, Lincoln Silva, Gustavo Souza e Pedro Paulo, do curso de Agronomia e Emanuel Araujo, de Ciência da Computação, concorreu com 9 finalistas. Os competidores apresentaram ideias e produtos voltados para a solução de problemas vividos pelos produtores rurais no campo. Eles tiveram quatro meses para idealizar e estruturar a proposta.

A banca examinadora foi formada por profissionais da Bayer, da Embrapa, do Sistema Faeg/Senar, do Sebrae, dentre outros. Para o professor Tavvs, a equipe que representou o Campus Rio Verde demonstrou maturidade ao apresentar uma startup muito bem estruturada, sendo capaz de competir com startups que já estão no mercado.

O Desafio Agro Startup 2021 foi organizado pelo Sistema Faeg/ Senar e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás). Aconteceu em formato híbrido. Todas equipes tiveram a oportunidade de reunir com a banca e mostrar as soluções desenvolvidas durante o Programa de Pré-Aceleração, o Acelera Campo e assim, seus trabalhos foram avaliados levando em conta os principais pilares para o desenvolvimento de uma startup de sucesso. Dentre os critérios foram avaliados o plano de negócio, a viabilidade financeira, a proposta de valor criada por cada concorrente e as estratégias traçadas para prosperar no competitivo mercado.

No Acelera Campo, três projetos foram premiados. O projeto vencedor foi a MilkFarm, um aplicativo de  gestão da fazenda e da produção de leite -  em tempo real, sem conexão à internet. Também foram premiados os projetos da PlanTag, um agtech de Rio Verde, incubada no IF Goiano, que visa entregar uma solução que facilite a rastreabilidade dos grãos e a ProMilk, uma startup que promete entregar valor a todos os elos envolvido na cadeia do leite, facilitando a comunicação entre produtores rurais e a indústria por meio de uma plataforma integrada.

Premiados:

Categoria Acelera Campo:

1º colocado: MilkFarm recebeu R$ 5 mil reais;

2º colocado: PlanTag recebeu R$3 mil reais;

3º colocado:  ProMilk recebeu R$ 2 mil reais.

 

Categoria: Conecta campo

1º colocado: Aeri I Drones Pulverizadores;

2º colocado: iTrato

3º colocado: Just BioSolutions.

Prêmio: missão técnica

 

Conheça a Plantag Rastreabilidade

 

Seção de Comunicação Social e Eventos do Campus Rio Verde com informações do Sistema Faeg/Senar

Fim do conteúdo da página