A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

CNPq divulga relação dos novos bolsistas de PQ e DT

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Sexta, 18 de Novembro de 2022, 08h11 | Última atualização em Terça, 29 de Novembro de 2022, 14h58 | Acessos: 187

Pesquisadores do Campus Rio Verde estão na lista dos novos bolsistas de Produtividade em Pesquisa (PQ) e Bolsistas de Produtividade Tecnológica e Extensão Inovadora (DT).

Docentes permanentes dos Programas de Pós-graduação stricto sensu do Campus Rio Verde conseguiram aprovação nestes dois concorridos editais do CNPq em 2022.

Na categoria PQ são eles: Aurélio Rúbio Neto (Ciências Agrárias – Agronomia e Bioenergia e Grãos); Cibele Silva Minafra (Zootecnia); Daniel Emanuel Cabral de Oliveira (Tecnologia de Alimentos); Gustavo Castoldi (Ciências Agrárias – Agronomia e Bioenergia e Grãos), Juliana de Fátima Sales (Ciências Agrárias – Agronomia e Biotecnologia e Biodiversidade); Layara Alexandre Bessa (Ciências Agrárias – Agronomia); Luciana Cristina Vitorino (Biodiversidade e Conservação) e Tiago do Prado Paim (Zootecnia). Na categoria DT: Adriano Carvalho Costa (Zootecnia) e Tavvs Micael Alves (Bioenergia e Grãos).

O Campus Rio Verde do IF Goiano possui mais 12 bolsistas de Produtividade em Pesquisa do CNPq: Adriano Jakelaitis, Alan Carlos Costa, Alessandro Ribeiro de Morais, Cassia Cristina Fernandes Alves, Eduardo da Costa Severiano, Fabiano Guimarães Silva, Fernanda dos Santos Farnese, Fernando Higino de Lima e Silva, Kátia Aparecida de Pinho Costa, Marconi Batista Teixeira, Osvaldo Resende e Paulo Eduardo de Menezes Silva. Possui também mais uma bolsista DT, a profa. Mariana Buranelo Egea. 

Em 2016 a profa. Juliana Sales se tornou a primeira mulher do Campus a ser contemplada com bolsa PQ. Agora, passa a ser a primeira a alcançar o nível 1C. Professora Juliana Sales e professor Osvaldo Resende são os dois pesquisadores com o maior nível no campus.

Este tipo de bolsa, altamente concorrida no meio acadêmico, são concedidas apenas a pesquisadores de comprovada competência, sendo avaliados, entre outros quesitos, pela produção científica em periódicos de excelência, experiência na execução de projetos de pesquisa e na formação de recursos humanos (iniciação científica, mestres e doutores) - características que a maioria dos pesquisadores só adquirem com vários anos de experiência.

Para o diretor-geral do campus, professor Fabiano Guimarães, o campus ganha muito com mais esta conquista. "Em primeiro lugar, significa um reconhecimento por parte do CNPq/MCTI do mérito do professor/pesquisador da instituição; ganha toda a iniciação científica na nossa instituição; ajuda em muito elevar os conceitos dos Programas de Pós-graduação, o que aumentará o número de bolsas para os estudantes; ajuda na aprovação de projetos de pesquisa, permitindo a aquisição de equipamentos e custeio para estas pesquisas. Em suma, nossos estudantes serão os maiores beneficiados, parabéns a todos que concorreram".

 

Seção de Comunicação Social e Eventos

 

Fim do conteúdo da página