A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página
ELPED

Debate sobre novo Ensino Médio e minicursos encerram atividades do 3º Elped e 4º ElicPibid

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Sábado, 09 de Junho de 2018, 17h57 | Última atualização em Quarta, 13 de Junho de 2018, 14h33 | Acessos: 277

Os dois eventos receberam 1.200 participantes e tiveram 214 trabalhos aprovados. Números que superaram expectativas da organização. A próxima edição do Elped será realizada em 2020 no Campus Ceres. Já o 5º ElicPibid acontecerá em uma cidade sudoeste goiano.

O 3º Encontro de Licenciaturas e Pesquisa em Educação do IF Goiano (ELPED) e 4º Encontro de Licenciaturas e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Elicpibid) do Sudoeste Goiano encerram sua programação com um importante debate sobre o novo Ensino Médio e uma rodada de minicursos.

O debate ocorreu na noite de sexta-feira e reuniu a assessora da Coordenação Geral de Ensino Médio do Ministério da Educação (MEC),  professora Claudia Denis Alves da Paz e o professor da Universidade Federal de Uberlândia, Helder Eterno da Silveira. As discussões foram mediadas pela professora do Instituto Federal de Goiás (IFG), Luciene Lima de Assis Pires.

A professora Claudia iniciou sua fala apresentando os principais pontos da legislação que propõe a mudança no Ensino Médio, dentre eles, a ampliação da carga horária, a oferta do ensino médio integral, a extinção da língua espanhola e obrigatoriedade da língua inglesa, a inclusão de professores de notório saber para atuar nas disciplinas técnicas, dentre outros. Segundo a professora, o assunto ainda está em discussão e é importante a participação popular no sentido de definir o currículo do seu Estado. O encontro regional que abrange o estado de Goiás acontecerá no dia 29 de agosto em Brasília.

Em seguida, falou o professor Hélder se posicionando contrário a vários pontos da Reforma, sem deixar de mencionar que o Ensino Médio precisa mesmo ser repensado, mas não da forma como está sendo proposto. Ele questiona, sobretudo, os itinerários formativos que segundo ele, limita o sujeito a um determinado saber. "A preferência deixa de ser do estudante e passa a ser da escola", pontuou. Ele critica a falta de adequação da  política pública para o melhoramento da sociedade, pelo contrário, exige que a sociedade se adeque ao que está sendo proposto. O professor também lamenta a entrada do professor de notório saber no Ensino Médio, até mesmo nas disciplinas técnicas. Para ele, essa é a forma que o governo está encontrando de resolver o problema da falta de professor no Brasil. "Não queremos professor que saiba apenas algo em específico, mas a totalidade", enfatizou.

O debate também teve a participação de alunos que, em sua maioria, se dizem contrariados com a Reforma. 

Minicursos

Os minicursos ocorreram na manhã de sábado, 9. Ao todo foram 22 turmas, que trataram dos mais variados temas, desde o uso de tecnologias para sala de aula até a arte de contar histórias.

Os eventos

Segundo os organizadores, os eventos tiveram a participação de 1.200 inscritos, o dobro da quantidade recebida na última edição, superando todas as expectativas. Participaram estudantes de licenciaturas e bacharelados, além de alunos de pós-graduação e cursos técnicos. Esta diversidade de estudantes de vários níveis e modalidades de ensino foi considerada pelos organizadores como um importante diferencial em relação às edições anteriores. Ainda de acordo com a comissão que organizou os eventos,  as atividades desenvolvidas, incluindo as atrações culturais, estiveram muito bem concatenadas à temática do evento que são as políticas públicas, formação docente e trabalho docente.  

 A apresentação cultural do encerramento dos eventos ficou por conta do Coral da UniRV com a participação do Núcleo de Artes, Ciência e Cultura do IF Goiano (NAIF) e Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI) do Campus Rio Verde do IF Goiano.

 

 Setor de Comunicação Social e Eventos

Fim do conteúdo da página