A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

OBMEP entrega menções honrosas a competidores

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Quarta, 27 de Novembro de 2019, 18h24 | Última atualização em Segunda, 16 de Dezembro de 2019, 09h55 | Acessos: 288

Cinco estudantes do Campus Trindade receberam o certificado da competição. Do total de 18 milhões de inscritos, cerca de 45 mil estudantes foram certificados com a premiação

O Instituto Federal Goiano (IF Goiano) – Campus Trindade se destacou na última edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP 2018) e cinco de seus alunos foram contemplados com menções honrosas após a competição. Os certificados foram entregues nessa semana.

Em sua 14ª edição, a OBMEP 2018 reuniu concorrentes de 54.498 instituições de ensino públicas e privadas, de 99,4% dos municípios brasileiros. Dos 18,2 milhões de estudantes inscritos, 952.782 foram classificados à segunda fase da disputa. Além das 575 medalhas de ouro entregues na cerimônia, 6,9 mil alunos foram premiados com prata ou bronze e 46,6 mil receberam menção honrosa.

Receberam certificado os estudantes dos cursos técnicos integrados ao ensino médio em Informática, Gabriel Pires de Campos Rezende, Juan Carlos Vieira de Queiroz e Geraldo Murilo Carrijo Viana Alves da Silva, e em Automação Industrial, Thiago Casale Oliveira, e do bacharelado em Engenharia Elétrica, Weverton Pedro Coelho Oliveira.

Para o professor Marcos Túlio Alves, que é responsável pelo projeto de treinamento dos estudantes para a competição, a premiação dos alunos é motivo de orgulho para a Instituição. “Alunos premiados tem a oportunidade de ainda no ensino médio, participar de um programa de iniciação científica Junior, além de várias outras oportunidades”, comenta. Para a edição de 2019, a expectativa é que seus alunos conquistem medalhas na competição. “A maioria deles ainda estavam no 2° ano, agora no terceiro ano, esperamos que ganhem medalha na Obmep deste ano”, explica.

No que depender de Geraldo Murilo, o desafio da Obmep 2018 pode resultar em bons frutos para 2019. “As questões têm uma dificuldade alta e como estávamos no segundo ano ainda tinha muito conteúdo que não sabíamos, você vê o que consegue fazer e mesmo que não consiga ter uma classificação melhor só te motiva a tentar mais e aprender mais”, avalia.

 

Diretoria de Comunicação Social e Eventos 

Fim do conteúdo da página