A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página
Ensino

IF Goiano realiza aulas em EaD

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Quinta, 02 de Julho de 2020, 10h15 | Última atualização em Quarta, 05 de Agosto de 2020, 11h35 | Acessos: 116

Retomada do calendário acadêmico foi viabilizada após mapeamento de perfil da Instituição. Estudantes têm direito a benefícios como auxílio conectividade e empréstimos de equipamentos.

Com foco na formação integral dos seus estudantes e na manutenção do exercício docente, o Instituto Federal Goiano (IF Goiano) institui ações com o objetivo de viabilizar a retomada do calendário acadêmico de forma não presencial, por meio da Educação a Distância (EaD), autorizada a partir do dia 20 de abril. As iniciativas vão desde a formação de grupos de trabalho e promoção da capacitação de professores à oferta de auxílio conectividade e empréstimo de equipamentos da Instituição.

Decorrente das primeiras medidas de isolamento social instituídas pelo Governo do Estado de Goiás, que resultou na suspensão das aulas pelo Instituto, foi criado no IF Goiano, em 27 de março, um Grupo de Trabalho Especial (GT) responsável por fazer um estudo em todos os campi para analisar a possibilidade do uso de meios e ferramentas de tecnologias de informação e comunicação em substituição às aulas presenciais na Instituição. É função deste Grupo também, propor diretrizes para a reposição de aulas, caso necessário. Nesse cenário, o reitor do IF Goiano, Elias Monteiro, reforça que, como instituição de ensino, o Instituto assume importante papel no combate às desigualdades educacional e social existentes no país. “Sendo assim, vamos errar e vamos acertar, mas nunca ficaremos de braços cruzados”, afirma.

Presidente do GT, o diretor de Ensino do Campus Ceres, professor Adriano Honorato, explica que esse mapeamento já havia sido realizado de forma inicial e de maneira independente em algumas unidades. Com a criação do grupo, o trabalho se pautou em diagnosticar se o estudante dispunha de ferramentas e de qual tipo (computador, notebook, tablet ou celular), bem como identificar o seu nível de acesso à internet. Para que o mapeamento fosse feito da maneira mais fiel possível ampliou-se as formas de contato com os alunos. “Não só esperamos as respostas por e-mail, em algumas unidades esse contato foi realizado via telefone também”, conta.

Em menos de um mês, o Grupo de Trabalho obteve resposta de mais de 80% dos estudantes da Instituição e conseguiu mapear o perfil de cada unidade definindo que a retomada do calendário acadêmico deveria respeitar a especificidade não só de cada campus, mas também de cada curso, bem como as condições de acesso à internet em cada região. Assim, no dia 20 de abril, foi instituída, no IF Goiano, a volta às atividades letivas por meio da Educação a Distância (EaD) de forma piloto, com o objetivo de avaliar e analisar questões referentes à conectividade dos alunos e o seus conhecimentos e habilidades em utilizar o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) institucional, à formação dos docentes e à organização da oferta das disciplinas em EaD.

O presidente do GT reforça que, mesmo em caráter experimental, algumas unidades e cursos não conseguiram retornar suas atividades. “Tem curso que não está tendo aula, pois o índice de conectividade é muito baixo e além disso, a maior parte das disciplinas são práticas”, explica. De acordo com Adriano, há casos também em que as aulas foram retomadas com a sua carga horário mínima, ou seja, o estudante está participando do equivalente a 4 ou 5 horas semanais, dentro de um total de 20 horas por semana. 

Paralelamente às ações de diagnóstico de conectividade dos estudantes, a Instituição promoveu a capacitação de docentes e técnicos administrativos que atuam na área pedagógica para a utilização das ferramentas utilizadas pela EaD da Instituição. No início do mês de abril foi promovido, pela Diretoria do Centro de Referência da Instituição, o curso Moodle para Educadores, cujo conteúdo era voltado à realidade da EaD no IF Goiano. Em junho, foram abertas turmas para os cursos Moodle para Educadores e Moodle para Estudantes. Todos ofertados on-line e gratuitamente.

Estudante do 2º ano do curso técnico em Informática para Internet, do Campus Trindade Lailyelle Dutra, avalia os dois lados da experiência com os estudos em EaD. Para ela, a oportunidade de continuar com as aulas é positiva, pois a reposição das disciplinas perdidas atrasaria a conclusão do seu curso. Mas confessa que teve dificuldades em se adaptar a esse novo estilo de estudos e com a falta física do professor em sala de aula. “Às vezes, só um professor, presencialmente, conseguiria tirar uma dúvida, mas infelizmente a gente não pode fazer isso agora e eu compreendo”, comenta. De acordo com Lailyelle, as dificuldades encontradas no primeiro módulo, que foi o período de experiência, ajudaram a estudante se organizar melhor para o segundo módulo que está em curso. “Está sendo bem mais prático para mim, pois aprendi o que eu devo e não devo fazer”, comenta.

Após a etapa piloto, as atividades estão sendo aplicadas e ajustadas de forma a atender da melhor maneira possível a realidade de cada turma. Adriano afirma que o processo de avaliação das ações será contínuo. O professor explica ainda que a continuidade das aulas não prejudicará aqueles estudantes que não estão tendo acesso às disciplinas. A reposição das atividades para este grupo está sendo pensada de forma que esses discentes possam estar nivelados quando o retorno presencial acontecer de forma total. 

Auxílio conectividade - Diante da dificuldade de acesso à internet relatada por parte dos estudantes da Instituição mediante a retomada do calendário acadêmico por meio da Educação a Distância (EaD), a medida encontrada pela gestão como forma de viabilizar o acesso dos estudantes às aulas, foi a disponibilização do auxílio conectividade. O benefício é concedido àqueles alunos de cursos presenciais, que se encontram em situação de vulnerabilidade social e que não conseguem acessar as atividades a distância propostas pelos docentes por falta de recursos financeiros para contratação de serviço de internet ou aquisição de pacotes de dados móveis. 

As bolsas variam de R$70 a R$200 e estão beneficiando mais de mil estudantes. No Campus Ceres, onde o valor do benefício chega a R$ 200, houve um remanejamento dos auxílios permanência e transporte. Os alunos que recebem essas bolsas poderão usá-las para garantir o acesso à internet, caso não tenham. Já no Campus Trindade, além do auxílio, a unidade disponibilizou também o empréstimo de notebooks para aqueles estudantes que não possuem o equipamento. 

Lailyelle reconhece que acompanhar o calendário acadêmico via EaD só foi possível graças ao suporte da Instituição. “Em casa somos seis pessoas, minha mãe e cinco irmãos, e apenas um computador, que é mais antigo e não baixa nenhum dos aplicativos que eu preciso para programar atividades do meu curso”, explica. A estudante, mais dois de seus irmãos que também estudam no Campus Trindade, Lara Elita Dutra, estudante do curso técnico em Informática para Internet, e Marcos Hemanoel Losangeles Dutra, graduando de Engenharia elétrica, recebem auxílio conectividade e pegaram notebooks emprestado da unidade.

Dicas – Para auxiliar os estudantes a se adaptarem a esse novo formato de aulas e estudos, o IF Goiano, em parceria com a Diretoria do Centro de Referência, elaborou uma série de vídeos com orientações sobre como se organizar na hora de estudar de maneira remota. As produções estão disponíveis no Moodle, aba Manual do Estudante, no botão Dicas de Estudo On-line (veja link abaixo).

Além disso, a Diretoria de Comunicação Social, em parceria com a Assessoria de Comunicação Social do Campus Trindade, organizou uma série de posts com dicas que o estudante pode adotar para facilitar sua rotina de estudos. Os posts podem ser acessados nos perfis oficiais do IF Goiano no Facebook e Instagram.

 

Clique e acesse as dicas de estudo on-line

Assista a entrevista: Mãe da Lailyelle, Rubya Losangeles, conta do desafio da inclusão digital e da EaD na pandemia de Coronavírus

Diretoria de Comunicação Social

Fim do conteúdo da página