A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

Crianças começam trabalho de reflorestamento em nascente

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Domingo, 21 de Novembro de 2021, 17h56 | Última atualização em Sexta, 26 de Novembro de 2021, 17h26 | Acessos: 237

A segunda etapa do Circuito Beija-Flor, edição JB Kids, reuniu crianças de  2 a 12 anos nas proximidades de uma das nascentes do Córrego Cachoeirinha. Durante toda uma manhã, os pequenos brincaram no local e depois realizaram o plantio de mais de 80 mudas de plantas do Cerrado.

imagem sem descrição.

O Córrego Cachoeirinha passa por uma das laterais do Campus Rio Verde do IF Goiano. Não possui afluentes e percorre cerca de 5 km desde a sua nascente até o Córrego do Sapo, onde deságua. O Cachoeirinha é responsável por abastecer três represas distintas, uma delas está nas dependências do campus, que utiliza a água para o cultivo de hortas e culturas perenes. É também utilizada em áreas experimentais da Instituição.

Foram identificadas 7 nascentes do Córrego dentro da área do campus, todas serão reflorestadas, conforme projeto do Jardim Botânico de Rio Verde e da A3P (Agenda Ambiental da Administração Pública). O trabalho, em uma delas, teve início na última sexta-feira e foi feito por crianças de 2 a 12 anos.

Orientadas pela Polícia Ambiental, que participou da atividade;  por professores da unidade ligados às iniciativas de preservação e conservação do meio ambiente e também por estudantes de diversos cursos, as crianças realizaram o plantio de 87 mudas de plantas diversas do Cerrado, dentre elas, jenipapo, sangra d`água, ipê, xixá, sabugueiro, buriti, jatobá e cega machado.

O vereador José Henrique, que atua diretamente com projetos ambientais, fez questão de participar da experiência ao lado da meninada. De acordo com o engenheiro florestal, professor Charlys Roweder, as mudas foram produzidas em viveiros do Laboratório de Silvicultura.

O Circuito Beija-Flor: Jardim Botânico Kids aconteceu em duas etapas. Na primeira delas, que ocorreu em outubro, as crianças percorreram parte do bosque, que é resultado de um trabalho de reflorestamento, e realizaram o plantio de mudas. Nesta segunda etapa, os pequenos conheceram a nascente, onde também plantaram mudas.

Ao final da experiência a garotada já começava a contar suas histórias.

O pequeno Moisés contou que plantou 10 mudas. "Que dia incrível!", disse Gael. 

Além do plantio, a criançada participou de diversas atividades organizadas pela professora Aline Ditomaso e monitoradas por estudantes da da Instituição.

 

Segundo o presidente da A3P do IF Goiano, professor José Aurélio, atividades como essas serão constantes na Instituição, até que todas as áreas próximas as nascentes estejam reflorestadas. 

Homens do Corpo de Bombeiros estiveram no local durante toda a manhã. Além de acompanhar a movimentação das crianças, eles deixaram que os pequenos entrassem no veículo para conhecer os equipamentos utilizados em salvamentos.

Gabriela quis saber a quantidade de pessoas que podem ir no carro acompanhando uma pessoa que se acidenta. Atenta, ela ouviu o bombeiro explicar, que, além de um acompanhante, bombeiros também vão junto para realizar os auxílios necessários até a chegada ao hospital.

Representantes da Secretaria do Meio Ambiente e da empresa Ambifort, ambas parceiras do Campus Rio Verde, também marcaram presença. A Ambifort é administrada por egressos do Campus Rio Verde, que montaram uma equipe multidisciplinar para atuar em serviços de gestão ambiental, promovendo a criação de práticas ambientais sustentáveis.

A diretora de extensão do Campus Rio Verde, professora Haihani Passos, presente nas duas etapas, comemorou o sucesso da 6ª edição do Circuito Beija-Flor, que teve seu início em 2015. Desde então, o projeto de extensão tem realizado abordagens de temas ligados ao universo infantil, dentre eles, voltados ao meio ambiente. 

Já o diretor-geral do Campus Rio Verde, professor Fabiano Guimarães, precisou se ausentar devido a outro compromisso no mesmo horário. Representado pelo professor Adriano Jakelaites deixou uma mensagem de agradecimento pelo envolvimento de todos nesta tarefa que ele considera de extrema importância para a formação da consciência ambiental dos pequenos. 

 

Seção de Comunicação Social e Eventos

 

 

 

Fim do conteúdo da página