A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

Alunos do Campus participam de palestra sobre abuso sexual

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Sexta, 01 de Setembro de 2017, 14h08 | Última atualização em Quarta, 20 de Setembro de 2017, 14h58 | Acessos: 867

"Quebrando o Silêncio", projeto educativo e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica.

   

   Na última quarta-feira, dia 30 de agosto, os alunos do Instituto Federal Goiano Campus Avançado Cristalina receberam a equipe do programa "Quebrando o Silêncio". Trata-se de um projeto educativo e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica, promovido anualmente pela Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países da América do Sul (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai). A campanha se desenvolve durante todo o ano, mas as principais ações ocorrem sempre na última semana do mês de agosto. Na ocasião, os alunos participaram de uma palestra sobre o abuso sexual com a professora Lucilene Britis, psicopedagoga e doutoranda em Terapia Familiar na Universidad Peruana Unión. Segundo Thaís Farias, aluna do 2º ano de Agropecuária, a palestra mostrou alguns fatores que contribuem para a ocorrência do estupro em nossa sociedade e como as vítimas podem buscar ajuda. “Quem sofre isso não tem coragem de falar e esse tipo de ação é meio que um incentivo para a pessoa denunciar”, destacou Sara Caixeta – aluna do curso de informática. Após a palestra, Lucilene respondeu às perguntas dos alunos sobre o tema abordado. Ao final, a  equipe, composta por Creuza Cardoso Silva, Tatiane A. Pereira Soares, Eliane A. Barbosa de Lima e Marcélio Lima, distribuiu material educativo sobre o abuso sexual, o uso de drogas e seus malefícios. 
   A Diretora de Ensino, Mayara Lustosa, afirma que o evento foi proposto com o objetivo de alertar para o fato de que a violência sexual é uma das mais graves formas de abuso e não deve ser tolerada em nenhuma instância, segundo ela "o estupro desumaniza, choca a sociedade e deixa cicatrizes emocionais nas vítimas que podem durar pelo resto da vida. A família deve ser um núcleo de apoio e confiança, nós todos temos a responsabilidade de não permitir que a violência sexual seja banalizada. Esperamos que os nossos estudantes compartilhem o conhecimento adquirido e tornem-se cidadãos cada vez mais conscientes e humanos".

Na foto da esquerda pra direita: Marcélio Lima, Mayara Lustosa, Creuza Cardoso Silva, Tatiane A. Pereira Soares, Lucilene Britis e Eliane A. Barbosa de Lima.

Produção do texto com informações da Diretora de Ensino Profa Mayara Lustosa e Marcélio Lima (Integrante do Projeto).

Assessoria de Comunicação e Eventos - IF Goiano Campus Avançado Cristalina.

Fim do conteúdo da página