A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

Intercâmbio

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Terça, 08 de Janeiro de 2019, 17h00 | Última atualização em Quarta, 20 de Fevereiro de 2019, 09h22 | Acessos: 303

Estudante ligada ao Polo de Inovação faz intercâmbio na Universidade de Guelph, do Canadá, pelo Programa IF Goiano Internacional. A aluna atua em projetos do Polo desde 2015.

A criatura lendária "Grifo" é o mascote da Universidade de Guelph, onde Eide está realizando intercâmbio.
imagem sem descrição.

Os últimos meses do curso de graduação da estudante Eide Pulcena Souza serão cumpridos em estágio no Canadá. Aluna do curso de Agronomia no Campus Rio Verde, e bolsista desde 2015 de projetos de Iniciação Científica coordenados pelo Polo de Inovação, Eide foi uma das selecionadas no Programa IF Goiano Internacional.

A estudante de 22 anos vai realizar estágio no Laboratório de Biologia Celular e Molecular da Faculdade de Ciências Biológicas da Universidade de Guelph. Durante três meses, Eide vai estudar genética molecular, mais especificamente os genes de plantas que são responsáveis pela floração. “Já comecei a trabalhar com genética molecular no IF Goiano e essa é uma oportunidade de ampliar os conhecimentos sobre um assunto que gosto”, explicou.

Na iniciação científica, a estudante trabalhou na área de Fitopatologia, sob orientação do professor Alaerson Maia Geraldine, estudando patógenos do solo, como fungos e bactérias, controle biológico e doenças de plantas. Mais recentemente, com a entrada do biólogo e professor Eugenio Sperandio na equipe do Polo de Inovação, aprendeu e passou a trabalhar com PCR em tempo real para detecção de mofo-branco.

Eide considera que a experiência com pesquisa na graduação foi essencial para sua aprovação no Programa, uma vez que a seleção foi feita com base na análise de currículo, notas nas disciplinas regulares e carta de apresentação que abordava suas experiências e expectativas.

Na volta ao Brasil, a estudante pretende cursar mestrado no IF Goiano e, na sequência, fazer doutorado no exterior. Segundo ela, essa primeira experiência no Canadá vai ajudar a aprimorar o inglês e adquirir experiências para o futuro curso.

O orientador de Eide no Canadá, professor Joseph Colasanti, comentou com ela que o laboratório em que vai estagiar tem estudantes de diversos lugares do mundo. “Vai ser um momento de aprender a trabalhar em equipe e, principalmente, conviver com pessoas muito diferentes”, afirmou a estudante.

IF Goiano Internacional

O Programa IF Goiano Internacional visa proporcionar aos estudantes da instituição oportunidades para se tornarem cidadãos e profissionais mais preparados para os desafios do mundo globalizado. Em 2018, foram selecionados cinco estudantes para o estágio no exterior, com bolsas pagas pelo Instituto. Os destinos dos alunos foram Canadá, Colômbia, Estados Unidos e Holanda.

Assessoria de Comunicação do Polo de Inovação

Fim do conteúdo da página