A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

PPG-Puaaiz forma seus primeiros especialistas

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Quarta, 21 de Abril de 2021, 00h08 | Última atualização em Terça, 27 de Abril de 2021, 21h58 | Acessos: 98

Em entrevista, gerente de Pesquisa avalia a trajetória e potencialidades do curso, primeira pós-graduação do campus na área de Nutrição Animal

Por Tiago Gebrim
Imagens: Gerência de PPI

 

A partir do fim de fevereiro de 2021, no encerrar do ano letivo de 2020, o curso de especialização em Produção e Utilização de Alimentos para Animais de Interesse Zootécnico (PPG-Puaaiz) apresentou seus primeiros formandos. Os trabalhos defendidos marcam o início da consolidação dessa que é a primeira pós-graduação do Campus Ceres do Instituto Federal Goiano (IF Goiano) na área de Nutrição Animal.

Para contar sobre a atual situação do curso, ouvimos a gerente de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação do campus, Flávia Abrão, que foi também a primeira coordenadora do Programa. Flávia detalhou como a especialização se adaptou para as aulas remotas e faz um apanhado sobre os desafios a enfrentar pelo curso e suas potencialidades no Vale de São Patrício.


O início desse ano de 2021 (na verdade, a finalização do semestre letivo de 2020) trouxe a apresentação dos primeiros trabalhos de curso do PPG-Puaaiz. Como foi encerrar este primeiro ciclo do curso em época de pandemia? Quais os impactos do distanciamento social nos trabalhos defendidos, e quais foram as orientações para driblá-los?

Com a pandemia todas as especializações tiveram que se reinventar. Contudo, no PPG-PUAAIZ, tivemos mais um desafio, pois se tratava das primeiras defesas do programa. Para isso o colegiado do curso de reuniu, e baseado nas instruções encaminhadas pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proppi) tivemos as bancas acontecendo de forma totalmente virtual. Desde o cadastro do avaliador externo até a assinatura da ata de defesa, tudo aconteceu na plataforma Suap. As apresentações, em tempo real, se concretizaram via salas virtuais do Google Meet. A qualidade dos trabalhos foi mantida, prezando pela qualidade do programa. As aulas para integralização da carga horária também se deram de forma remota pelo Moodle (semelhante ao que acontece nos técnicos e graduações). Entretanto, como ponto negativo, o número de defesas foi reduzido, visto que outros alunos demandaram de um tempo maior para conclusão devido aos impactos causados pelo distanciamento social (dificultando as pesquisas in loco). Mas no geral, podemos dizer que ganhamos em meio a esse desafio da Covid, ganhamos novos conhecimentos na adoção de tecnologias, superação frente às dificuldades e solidariedade diante das limitações que foram surgindo neste caos que o mundo vive.


A PPG-Puaaiz traz o trunfo e responsabilidade de ser a primeira pós-graduação na área de Ciências Agrárias voltada para profissionais de Zootecnia e Medicina Veterinária. Qual a importância deste curso para o Campus Ceres e para o Vale de São Patrício?

Vivemos em uma região essencialmente agrária, cujo sustento de muitas famílias se dá por meio da produção animal e vegetal. Além disso, a região possui referência na produção de animais como os bovinos, aves, suínos... Com a abertura/ manutenção contínua de empresas ligadas a nutrição animal... A capacitação de profissionais nesta área permite que o conhecimento seja levado a essas famílias e empresas que vivem e sobrevivem da agropecuária. Permitindo que esses profissionais (nossos pós-graduandos) se tornem cada vez mais qualificados na produção de grãos, aditivos, forrageiras, subprodutos, suplementos e formas de alimentação para garantir máxima eficiência dos rebanhos.


É possível estabelecer qual o público, em relação à formação profissional, origem e áreas específica de atuação, que tem sido atraído para o curso?

Nosso público tem sido maior entre os profissionais das agrárias, como era de se esperar, zootecnistas e agrônomos. Não somente por termos esses cursos dessas graduações no campus Ceres, mas por serem os profissionais mais atuantes na área de alimentos e alimentação animal. Entretanto é importante respaldar, de forma positiva, que tem chegado também profissionais ligados a Ciências Biológicas e Medicina Veterinária.


Como gestora da área de Pesquisa e Pós-Graduação do Campus Ceres, quais são as potencialidades que você identifica para o curso e quais os principais desafios a serem vencidos?

A potencialidade do curso é enorme, visto a demanda regional e ao processo de verticalização do ensino no IF Goiano. Hoje nossos alunos que iniciam sua formação por exemplo no técnico em Agropecuária, podem seguir para a graduação em Agronomia ou Zootecnia, fazer uma especialização nas agrárias (Puaaiz) e ainda optar pelo mestrado (Irrigação no Cerrado), tudo isso no campus Ceres. Nossos docentes são em sua maioria, doutores, pesquisadores em várias áreas do conhecimento agropecuário. Nossos laboratórios de produção são diversos, permitindo o conhecimento teórico e aplicação prática, fora as inúmeras parcerias entre o IF e as EMPRESAS da área. Essas pontuações se estendem às nossas outras pós-graduações. Esse é o nosso compromisso, a oferta de cursos de qualidade e totalmente gratuitos.

 

 

 

Ascom Campus Ceres

Fim do conteúdo da página